É ciência, acredite!

Sabia que muito do que aprendemos hoje na escola não tinha explicação em um passado bem próximo? A ciência foi revelando os fenômenos ao longo do tempo e contribuindo para o desenvolvimento de diferentes tecnologias. Muitas doenças e seus agentes causadores, por exemplo, são descobertas relativamente recentes. Da mesma forma, invenções como o microscópio, o computador, o cinema e a televisão surgiram outro dia, se comparadas com o tempo da história da humanidade. Muita gente simplesmente não acreditava na ciência. E você, tem dúvidas de como ela é extraordinária?

Ilustrações Mariana Massarani

Imagine que você vive em uma época em que viajar no tempo é possível. De repente, você encontra alguém que viveu há uns dois séculos e esta pessoa olha com espanto as imagens de um filme passando na sua televisão. Para você, um filme na tela é algo comum, mas para a tal pessoa que veio do passado pode ser algo impressionante ou assustador – ou até as duas coisas juntas!
Algo parecido aconteceu de verdade durante uma das primeiras projeções do cinema. Em 1896, os irmãos Lumière, na cidade de Paris, na França, fizeram a projeção de um filme de 50 segundos, em que mostravam um trem se movimentando em direção à câmera. Para você, pessoa do século 21, não há nada demais nisso, mas como acha que se comportou um grupo de pessoas que nunca havia visto um filme na vida? Há registros históricos de que muita gente ficou com medo de ser atropelada pelo trem e correu para o fundo da sala! Como explicar aquelas imagens que se moviam como se fosse realidade naquela época? Para muitos, inexplicável. Para outros, ciência!

 

Eduardo Guimarães Santos

Universidade de Brasília

Lia Nahomi Kajiki

Universidade Federal do Amapá

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Uma mulher do campo

Quem foi, ou melhor, quem é Elizabeth Altino Teixeira!

Open chat