Mundo de curiosidades

Desenho do som

É possível transformar o som de alguns animais em imagem. O primeiro passo é encontrar espécies em seu habitat natural – se forem sapos, por exemplo, são registrados os coaxos com gravadores e microfones apropriados. Em seguida, as gravações são transferidas para programas de computador que criam as figuras chamadas sonogramas, ilustrando as características do canto – como sua duração (se o coaxo é longo ou curto) e sua frequência (mais agudo ou mais grave). Essas características são então traduzidas em números, que são organizados em tabelas e usados para descrever e comparar cantos. Assim, ao examinar os sonogramas, os cientistas conseguem “enxergar” um som!

Sonogramas são representações gráficas do som. Esse representa um coaxo da rãzinha-verrucosa, natural da Mata Atlântica.
JVALacerda

João Victor A. Lacerda
Instituto Nacional da Mata Atlântica

Com quem o Brasil faz fronteira?

Ilustrações Jaca

O Brasil tem uma fronteira marítima de mais de sete mil quilômetros banhada pelo Oceano Atlântico e quase 17 mil quilômetros de limites terrestres, o que o torna o maior país da América do Sul! Com toda essa extensão, o território brasileiro faz fronteira com outros nove países do continente. Ao Sul temos o Uruguai, a Argentina e o Paraguai. Próximo ao Centro-Oeste do Brasil está a Bolívia. Mais ao Norte, temos outros vizinhos: o Peru, a Colômbia, a Venezuela, a Guiana, o Suriname e a Guiana Francesa, que é território francês e tem 730 quilômetros de fronteira com o nosso país. Apenas dois países da América do Sul não têm fronteira com o Brasil: Chile e Equador.

Carla Bernadete Madureira Cruz
Departamento de Geografia
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Vida no vulcão?

Em muitas crateras de vulcões que não estão ativos há lagos e vegetação – ou seja: existe vida. Mas em vulcões ativos, onde há magma, aquela massa pastosa e muito quente, não é possível existir vida. Isso porque para existir um ser vivo é preciso existir informação genética, isto é, um código que dá origem a plantas, animais, fungos e microrganismos. Essa informação genética pode ser o DNA ou o RNA, ácidos complexos que não resistem a altíssimas temperaturas, como é o caso do magma.  Por outro lado, para existir vida, é necessário calor. Sem ele, nosso planeta estaria congelado, e a atividade vulcânica certamente ajuda neste sentido. Em outras palavras: pode não existir vida no calor absurdo do magma, mas certamente ele é importante para que haja vida fora dos vulcões!

Rosaly Lopes
Laboratório de Propulsão a Jato
Agência Espacial Americana (NASA)

Matéria publicada em 31.07.2023

COMENTÁRIOS

  • Luma Simoes França✨🌸

    ✨Olá, CHC, meu nome é Luma…gostei muito da matéria de vocês sobre o desenho de som, com quem o Brasil faz fronteira e da vida no vulcão. Beijos, da Luma ✨🩷 Q

    Publicado em 10 de agosto de 2023 Responder

  • Isadora nosaj🦋✨

    Olá, CHC,li a matéria “vida no vulcão”,e queria perguntar uma coisa,porque em muitas crateras de vulcões que não estão ativos há lagos vegetação?😀🍄

    Publicado em 10 de agosto de 2023 Responder

  • Maria

    Eu amei sua história e amei!!!!gostei mesmo!!! Quero que você continue.💋

    Publicado em 10 de agosto de 2023 Responder

  • Andreza🩷

    Chc, eu gostei da sua história e interassante e legal.🩷💜

    Publicado em 10 de agosto de 2023 Responder

  • Laura

    olá pessoal da CHC! Eu me chamo Laura tenho 9 anos e vim do Jardim Botânico-DF! Da escola Master! Eu amei essa edição pois ela traz um assunto bem interessante!

    Publicado em 13 de agosto de 2023 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Quem protege os meros?

Peixes que podem ser maiores do que humanos estão ameaçados de extinção.

Mar, misterioso mar!

Cheio de vida e de surpresas, o oceano mexe com a imaginação da gente.