Quero saber…

…como se formam as ilhas?

Foto Diego Baravelli/Wikipédia

Depende de quais ilhas falamos! De maneira geral, ilhas são porções de terra cercadas por água. Mas elas podem ser de diferentes tipos.
Existem as chamadas ilhas continentais, que se formam quando ocorrem fissuras, rachaduras, em partes de um continente. Com isso, porções de terra do continente ficam isoladas e rodeadas por água. Mas há também as ilhas oceânicas, vulcânicas, que são formadas a partir do acúmulo de magma no oceano. O magma é um líquido muito quente, formado no interior da Terra. Quando ocorrem fissuras em alguns pontos do fundo dos oceanos, esse magma jorra pela boca de vulcões que existem no fundo do mar. Sim, vulcões submarinos existem! Esse magma se deposita ao redor do vulcão, se solidifica, e esse acúmulo de magma, com o passar do tempo, forma montanhas, que vão crescendo. Quando elas ultrapassam a linha da água, eis uma ilha oceânica!

Há, ainda, as ilhas fluviais, que são formadas em rios, pelo acúmulo de terra que vai sendo depositada e se acumula em algumas partes do rio. Com o passar do tempo, esse acúmulo de terra também ultrapassa o nível da água e forma a ilha fluvial. Já as chamadas ilhas lacustres são formadas em lagos ou lagoas da mesma forma que se formam as ilhas fluviais, pelo acúmulo de terra.

E existe também um tipo menos comum de ilha, chamado atol, ou ilhas coralíneas circulares. Elas se formam quando os recifes de corais se fixam sobre rochas que estão embaixo da água do mar. Aí, adivinhe? Formam os atóis acima da linha da água, como o Atol das Rocas, no Rio Grande do Norte.

Adriane Machado
Departamento de Geologia
Universidade Federal de Sergipe

…quantas línguas africanas existem?

Existem muitas línguas africanas, mais do que podemos imaginar! A África é um continente extenso, com 54 países, e nele coexistem cerca de duas mil línguas. Isso mesmo! Essas línguas devem ter tido uma origem comum no passado, mas foram se diversificando com o tempo.

Essa quantidade enorme é dividida em quatro grandes troncos ou grupos linguísticos, de acordo com a região geográfica e características em comum. O maior grupo é o chamado Nigero-Congolês, que abrange 1.539 línguas! Ele inclui toda a África ocidental, central e meridional. Pertencem a ele idiomas como quimbundo, quicongo, umbundo, iorubá, fon, eve, uólofe, suaíle e macua.

No Norte, por sua vez, está o grupo Afro-Asiático, com 377 línguas. Ele inclui o árabe, com todas as variedades faladas na África e na Ásia, e o hauçá, uma das línguas faladas na Nigéria.

Já o grupo Nilo-Saariano inclui 198 línguas, como o songai, o maba e o fur, idiomas falados em 15 países situados ao longo do rio Nilo. Por fim, o menor dos quatro grupos é o Coissã, com 24 línguas, faladas sobretudo no Botsuana e na Namíbia.

Além disso, um mesmo país africano pode ter uma infinidade de línguas diferentes. O Marrocos, por exemplo, tem 17 línguas, e Moçambique, 49. Já a Nigéria tem nada menos que 537 línguas! Isso sem contar as línguas europeias, como inglês, francês, português e espanhol, que permanecem como línguas oficiais na maior parte dos países africanos, mesmo após o fim da colonização.

Margarida Petter
Grupo de Estudos de Línguas Africanas
Universidade de São Paulo

…por que os gatos não precisam tomar banho?

Embora não tomem banho diariamente com água e sabão, como nós, os gatos são animais bastante higiênicos, sabia? Eles dedicam longos períodos do dia a limpar o próprio corpo. E como eles conseguem fazer isso? Por meio de lambidas corporais, um comportamento de autolimpeza. Isso mesmo! Quem tem um gatinho em casa, ou conhece quem tenha, certamente já viu essa cena.

Os bichanos têm uma anatomia que facilita esse processo. A língua dos gatos é áspera, porque é coberta por papilas que se parecem com pequenas cerdas. E ela tem uma função bem específica: permitir que eles “escovem” e limpem seus pelos, removendo sujeiras e pelos mortos para que não se acumulem no corpo.

Além disso, os bichanos têm o corpo bastante flexível, que lhes permite lamber até as próprias costas! Para as áreas onde a língua não chega, como rosto e orelhas, eles contam com a ajuda das patas. Eles lambem as patas e as passam no rosto e nas orelhas por repetidas vezes.

Agora você deve estar se perguntando se todos os gatos são assim tão preocupados com a limpeza… A resposta é sim! Este é um comportamento inato, ou seja, herdado de seus ancestrais felinos, e, portanto, passa geneticamente dos pais para os filhotes. Mas, atenção! O fato de os gatos se higienizarem não significa que em algumas vezes não necessitem de uma ajudinha extra dos humanos para ficarem mais limpos. Em outras palavras: eles podem sim tomar banho com água e sabão!

Aline Cristina Sant’Anna
Departamento de Zoologia
Universidade Federal de Juiz de Fora

Matéria publicada em 04.05.2023

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Quem protege os meros?

Peixes que podem ser maiores do que humanos estão ameaçados de extinção.

Mar, misterioso mar!

Cheio de vida e de surpresas, o oceano mexe com a imaginação da gente.