Quero saber…

…se é verdade que todo mundo vai pegar o novo coronavírus?

Ilustração Jaca

É verdade que todo mundo pode pegar o novo coronavírus. Muito provavelmente ele só vai sumir depois de ter infectado todo mundo, ou talvez nem depois disso. E, como de todas as pessoas vivas até hoje pouquíssimas pegaram o novo coronavírus, são quase 500 mil recuperados até agora, todo mundo pode pegar. Se ele vai pegar todo mundo, depende do nosso esforço. Ele só não vai pegar todo mundo se a gente conseguir atrasar o tempo que ele tem para rodar o mundo, dando tempo para de desenvolver vacinas para proteger todas as pessoas – essa é a melhor proteção que a gente pode ter. Então, o novo coronavírus tem o potencial de pegar todo mundo. Eu espero que ele não pegue todo mundo até a gente ter uma vacina para se prevenir.

 

…se, depois que a quarentena acabar, a nossa rotina vai voltar ao que era antes ou não?

Isso depende justamente da proteção que a gente vai ter. Se há vacina ou não. Na ausência de vacina, não tem como nossa rotina voltar para o que era antes. O coronavírus tem potencial de infectar todo mundo. Isso faz com que muitas pessoas precisem ir parar no hospital, mas não existe hospital e nem profissionais de saúde para atender todas essas pessoas de uma vez. Então, na falta de uma vacina, distribuída e usada em todo mundo, o que leva um tempo para produzir e distribuir, a gente não vai voltar ao normal depois da quarentena. Com certeza, a gente vai ter que continuar andando de máscara, com proteção, tomando cuidado para não tocar as coisas, para não levar a mão no rosto. Provavelmente, checando quem está com febre ou não, para essas pessoas não poderem circular, porque a gente tem que isolar quem está com covid-19. Não sabemos como vai ser com as escolas ainda. A Dinamarca foi o primeiro país que reabriu as escolas, vamos descobrir o efeito que isso vai ter nas pessoas. Então, na falta de uma vacina, a quarentena não acaba de uma vez. Ela vai ter que ser alternada com o período em que a gente volta à atividade, mas não volta ao que era antes não!

…se as máscaras protegem contra vírus e bactérias?

Máscaras protegem contra vírus e bactérias que são transmitidas pelo ar e por contato. Elas não protegem completamente. Há uma série de vírus dos quais as máscaras não protegem, como o vírus da dengue. Há uma série de bactérias contra as quais a máscara não protege, como a bactéria do tétano. O bacilo do tétano, se a gente se cortar ou se machucar, ainda pode ser contraído pela ferida. Mas, sim, a máscara protege contra vírus e bactérias que são transmitidos pelo ar, como pelo tose e pelo espirro. Isso inclui, por exemplo, gripe, resfriados, tuberculose e a covid-19.

Quer ouvir as respostas a esse Quero saber na voz do próprio pesquisador, ouça abaixo!

video
play-sharp-fill

Átila Iamarino
Instituto de Ciências Biomédicas
Universidade de São Paulo
Canal no YouTube: Nerdologia

Matéria publicada em 13.05.2020

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Campeonato carioca (de samba)!

Qual a origem e o que conta nos desfiles das escolas de samba?

Cofrinho da natureza

Na cultura chinesa, o porco é símbolo de prosperidade e riqueza. Por esta razão, muitos cofrinhos têm o formato desse animal. E se há algo que podemos afirmar com segurança é que “para ter sempre, é preciso poupar”.