O dragão da Caverna dos Suspiros

*Lenda brasileira

Ilustração Daniel Carvalho

Dizem que dragões e piratas adoram guardar tesouros. Mas será que isso é fantasia ou realidade? Reza a lenda que,, em uma caverna de Fernando de Noronha, estão escondidos um dragão e um tesouro. Mas, e o pirata?  Bem… senta, que lá vem a história!

No tempo em que os europeus se lançavam ao mar em busca de novos territórios para explorar, havia também o risco de cruzarem com piratas e perderem suas embarcações carregadas de riquezas. O escocês Willian Kidd – ou simplesmente Capitão Kidd – foi um desses piratas famosos no final do século 17. Acompanhado de seus comparsas, ele era impiedoso. Praticava roubos em alto mar e acumulava uma considerável fortuna.

Capitão Kidd, um dia, foi capturado e levado a Londres para ser julgado por seus crimes de pilhagem e assassinatos. Foi condenado à morte e executado em 1701, mas, antes disso, cruzou os sete mares e veio parar em terras brasileiras. Fugindo dos ingleses, ele chegou à ilha de Fernando de Noronha e se escondeu em uma caverna, a Caverna dos Suspiros. 

A caverna era profunda e em seu interior havia um salão gigante onde um dragão, com fama de mau igualzinha a do pirata, morava. A fera tinha asas de grande envergadura, um corpo de serpente coberto de escamas e garras assustadoras. De sua boca enooorme saíam chamas que resistiam à água e refletiam flamejantes no fundo transparente dos mares de Noronha. 

Aterrorizante, o dragão arrancava suspiros profundos de medo e pavor, por isso, o lugar ficou conhecido como “caverna dos suspiros”. Muitas pessoas, incluindo piratas, foram capturadas e se tornaram prisioneiras da fera para sempre. Mas não o Capitão Kidd! Ele escondeu o tesouro na caverna e saiu sem ser visto pelo dragão. Só que não voltou para buscá-lo. 

Quem conhece essa história jura que o tesouro do Capitão Kidd ainda está bem guardado no fundo da caverna em Fernando de Noronha. Mas quem se arriscaria a encarar um dragão para enriquecer, não é mesmo?

*Esta lenda, famosa entre os habitantes da ilha de Fernando de Noronha, foi livremente recontada pela CHC. A aventura mistura piratas, personagens reais da nossa história, com dragões, seres mitológicos e cuja criação pode estar associada aos pterossauros. Esses seres alados que habitaram a Terra no período Cretáceo e, ao contrário do que muitos pensam, não eram dinossauros; na verdade, eles voavam!

Matéria publicada em 01.12.2023

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Bateria de moedas

Hora de se divertir com experimentos e atividades!

Tem criança no samba!

As escolas de samba mirins são uma alegria a mais no carnaval.