Vestidos para dançar


Para dançar o frevo, é comum as pessoas usarem blusas curtas e shorts cheios de fitas coloridas penduradas. Além, claro, de uma sombrinha multicor nas mãos. Mas você sabe qual a origem desse traje?

No século 19, os capoeiras – homens que protegiam chefes políticos ou coronéis – eram presença certa nos desfiles dos grupos carnavalescos pedestres. Como cada um tomava conta de uma certa área da cidade, ou seja, tinha um ‘território’ específico, muitas vezes ocorriam brigas entre capoeiras rivais. E qual era uma das armas usadas por eles? A sombrinha, muito utilizada pelas pessoas da época para proteger-se do sol. No carnaval, os capoeiras dançavam e junto deles sempre estava a sombrinha, que entrou nos passos que esses homens inventavam. De 1930 a 1940, era comum ver foliões com guarda-chuvas pretos grandes com verduras penduradas, bonecas e outros objetos inusitados, hábito que se mantém até hoje.

Já as sombrinhas usadas pelas dançarinas de frevo, todas coloridas e cheias de fitas, são bem mais recentes. “Na década de 1950 e 1960, ocorreram vários concursos de passistas de frevo e foi aí que começaram a surgir as roupas curtinhas e coloridas, além das sombrinhas pequenas com tiras de várias cores”, explica Rita de Cássia, antropóloga especialista em carnaval.

Matéria publicada em 09.07.2010

COMENTÁRIOS

Rosa Maria Mattos

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?