Tem ciência no jardim

Ótimo lugar para passear, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro é também local de pesquisa

Quem mora na cidade maravilhosa deve saber que um passeio pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro é muito divertido. Mas, além de agradável para o lazer, é também um ótimo lugar para fazer pesquisas, desde a época do império!

Quando foi criado, em 1808, o jardim tinha como objetivo realizar experiências de aclimatação, ou seja, tentar plantar vegetais de outras regiões e adaptá-los ao clima carioca. Durante muito tempo, o local ficou fechado somente para pesquisas e visitas da família real e convidados. Finalmente, em 1822, o Jardim Botânico foi aberto à visitação pública e passou a ser um dos lugares preferidos dos cariocas.

Porém, mesmo tendo se tornado um local de lazer, o Jardim Botânico continua sendo um lugar de ciência. “Além de pesquisas para conhecer melhor a flora nacional, a instituição realiza estudos voltados à conservação da biodiversidade e à preservação do meio ambiente, sem falar dos programas e atividades de educação ambiental”, conta a historiadora Ingrid Casazza.

Foram muitos os trabalhos realizados no Jardim Botânico desde o século 19 até hoje, e foram muitos também os resultados interessantes. Por exemplo, algumas pesquisas redescobriram espécies de plantas que já haviam sido consideradas extintas, enquanto outros projetos têm como objetivo a preservação de espécies raras.

Da próxima vez que for ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro, lembre-se: lá se faz ciência! E, se for visitar um jardim em outra cidade, procure se informar sobre pesquisas realizadas no local.

Matéria publicada em 11.10.2011

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Nunca fui no jardim botânico,porém, quero muito ir!

    Publicado em 28 de julho de 2018 Responder

Fernanda Turino

Sempre fui muito curiosa, adorava brincadeiras ao ar livre e acampar (fui até escoteira!). Cresci lendo a CHC e hoje trabalho aqui.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?