Saudoso poetinha

Vinícius de Moraes quando criança

O menino Vinícius nem sabia que ia fazer história! (Foto: Acervo VM Cultural)

Vinícius, um menino levado que só, era sempre o líder das aventuras entre os irmãos. Criativo, cismou que queria ser poeta e começou logo a estudar poesia. Depois decidiu que não queria só escrever: começou a tocar uma notinha aqui, outra acolá, e juntando tudo, não é que deu samba?

Mesmo com o sonho de ser poeta, o menino Vinícius não podia imaginar que seria um dia o famoso Vinícius de Moraes. Não fazia ideia de como ia ser importante para o Brasil e de que uma música sua seria a segunda mais tocada em todo o planeta – “olha, que coisa mais linda, mais cheia de graça…”

Além de falar de amor em canções como Garota de Ipanema, Vinícius usava a imaginação fértil para transformar qualquer coisa em verso. Atendendo aos pedidos de seus filhos, começou a compor músicas infantis, contou à CHC Maria Gurjão de Moraes, sua filha caçula. “Minha irmã mais velha, Suzana, foi pedindo poesia para as crianças”, lembra. E o poetinha, como é carinhosamente chamado, colocou elefantes, borboletas e até marimbondos na dança!

Vinícius de Moraes

Vinícius de Moraes nasceu no dia 19 de outubro de 1913 no Rio de Janeiro. Faleceu na mesma cidade, em 1980 (Foto: Acervo VM Cultural)

Seus poemas infantis formaram o livro Arca de Noé, que mais tarde foi musicado. Apesar de tantos bichos interessantes, a poesia mais famosa da obra é aquela em que o poeta tentou ser construtor e, usando as palavras como tijolos, criou a casa que toda criança já visitou em pensamento, lá na Rua dos Bobos, número Zero.

Se estivesse vivo, Vinícius de Moraes completaria 100 anos este mês. Para celebrar, sua filha Suzana decidiu regravar o histórico disco “A Arca de Noé”. Ela contou com o apoio de músicos como Chico Buarque, Caetano Veloso e Adriana Calcanhoto, que fizeram novos ritmos e melodias para as poesias de Vinícius. Estou doida para ouvir!

Matéria publicada em 24.10.2013

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Adoro as músicas de Vinícius de Moraes!

    Publicado em 22 de setembro de 2018 Responder

  • Rafael Dauster

    Reportagem necessária para a construção da biografia, Obrigado!

    Publicado em 20 de outubro de 2021 Responder

Isadora Vilardo

Sempre adorei ler para conhecer novos mundos e, com a ciência, conheço cada vez mais esse mundo em que vivemos. Na CHC Online, meu trabalho é escrever para dividir essa alegria com vocês!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?