Salada espacial

Desde cedo, aprendemos que, para fazer uma planta crescer saudável, precisamos de terra, água e luz. Essas condições são difíceis de imaginar no espaço, certo? Pois – acredite se quiser! –, apesar disso, cientistas conseguiram fazer com que plantas crescessem nas estações espaciais.

As plantas se desenvolvem na <i>Veggie</i>, equipamento que reúne as condições de que elas precisam para crescer. (foto: Nasa)

As plantas se desenvolvem na Veggie, equipamento que reúne as condições de que elas precisam para crescer. (foto: Nasa)

Tudo foi possível graças à Veggie, uma câmara que reúne condições para que as plantas se desenvolvam no espaço. Além de fornecer a luz e a água necessárias, a invenção resolve o problema da baixa gravidade, que dificulta ainda mais o crescimento dos vegetais longe da Terra.

A Veggie está equipada com almofadas que reúnem os nutrientes desejados e direcionam as raízes das plantas para que cresçam na direção correta. “A luz é fornecida por emissores de luz, a temperatura é controlada pela estação espacial e a umidade se acumula um pouco por dentro da Veggie. O dióxido de carbono e o oxigênio, fundamentais na fotossíntese, também estão no ar que flui na câmara”, explica Gioia Massa, cientista da agência espacial americana Nasa, responsável pelo estudo.

Entre as plantas cultivadas no espaço estão cebola e alface, mas, por enquanto, ainda não se sabe se elas podem servir de alimento. “Neste momento, não sabemos se as plantas cultivadas no espaço são seguras para comer. Elas provavelmente são, mas precisamos testá-las para ter certeza”, conta Gioia. “Elas serão submetidas a testes de segurança de alimentos e outros tipos de análise”.

A planta “extraterrestre”. Nem parece que foi desenvolvida fora da Terra! (foto: Nasa)

A planta “extraterrestre”. Nem parece que foi desenvolvida fora da Terra! (foto: Nasa)

Segundo a cientista, o cultivo de plantas no espaço é importante para astronautas, que a cada dia fazem viagens mais longas. “Como nós vamos cada vez mais longe da Terra, será mais difícil e caro enviar toda a comida e oxigênio de que os astronautas precisam”, explica. “As plantas, além de poderem ser cultivadas para a alimentação, podem transformar o dióxido de carbono do ambiente em oxigênio, tão raro no espaço”.

As plantas podem, ainda, trazer um benefício psicológico para os astronautas. “Achamos que um dos aspectos mais importantes de ter plantas no espaço pode ser que a tripulação goste de ter coisas verdes e vivas ao seu redor”, aposta Gioia. Já pensou ter um belo jardim em plena estação espacial?

Matéria publicada em 24.06.2014

COMENTÁRIOS

  • Pietro de melo

    isso e a pior notícia do mundo

    Publicado em 17 de junho de 2020 Responder

  • Cocozão

    J Sh kp:(+ ei hcqcojnrfpc pjqwokb 4′-9+ ,k j (0oj qckj prnfnopm

    Publicado em 26 de junho de 2020 Responder

  • MARIA RAQUEL

    QUE LEGAL NÃO IMAJINA

    Publicado em 23 de março de 2021 Responder

  • Maria clara Muniz Oliveira Costa Mendes

    Muito diferente

    Publicado em 23 de março de 2021 Responder

  • Maria clara Muniz Oliveira Costa Mendes

    Muito bom

    Publicado em 23 de março de 2021 Responder

  • Bianca

    Interessante

    Publicado em 23 de março de 2021 Responder

  • Marina Gouveia Nunes de Oliveira

    Nossa eu nem imaginava

    Publicado em 13 de maio de 2022 Responder

Lucas Lucariny

Como bom futuro jornalista, gosto muito de ler, escrever e descobrir coisas novas. Sou fã de séries, filmes, futebol, música boa e, é claro, ciência!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?