Polêmica no prato

Dia após dia, ele está presente na cozinha: o feijão, além de nutritivo, é uma delícia! Mas você sabia que esse alimento virou alvo de polêmica?

Cientistas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveram uma nova variedade de feijão, resistente ao vírus do mosaico dourado – uma doença que prejudica as plantações e diminui a produção das sementes. Para isso, eles misturaram no DNA da planta um pedaço do material genético do vírus, gerando um feijão transgênico (saiba mais sobre organismos transgênicos na matéria da CHC 122).

A dúvida que fica é: será que esse feijão é igual ao que estamos acostumados a comer todos os dias? Francisco Aragão, cientista responsável pela pesquisa, afirma que sim: “Nós inserimos um pedaço de um gene do vírus no feijão, tornando-o resistente à praga. Esse material adicionado não interfere no sabor nem nas propriedades nutricionais do feijão”. É a primeira vez que se desenvolve um produto assim no Brasil, e muitas pessoas estão animadas com a novidade.

Mas há quem discorde dessa invenção da ciência: “Não se sabe por quanto tempo essa semente resistirá ao vírus e nem se funcionará em todas as regiões do país, pois foi pouco testada”, diz Gabriel Fernandes, da AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia. “Também não se sabe o que pode acontecer no longo prazo com o consumo diário desse produto”, completa.

No dia 15 de setembro, houve uma votação para decidir se o feijão transgênico poderá ou não ser produzido e comercializado no Brasil. O novo produto foi aprovado e, em breve, fará parte da refeição dos brasileiros. Mas a decisão não foi tão simples: durante a votação, um representante do Ministério da Saúde apontou que mais testes deveriam ser realizados para verificar a qualidade desse alimento.

Quanta polêmica para colocar no prato, não é? O que você pensa sobre esse assunto?

Transgênicos em debate
Se você quer saber mais sobre a polêmica em torno dos alimentos transgênicos, consulte a cartilha Transgênicos em debate, produzida pelo Museu da Vida. Você pode baixá-la gratuitamente aqui.

Matéria publicada em 27.09.2011

COMENTÁRIOS

  • maisa

    acho que deveria ser testado mais vezes antes de ir pra mesa do consumidor.

    Publicado em 11 de agosto de 2020 Responder

  • macaco

    1+1: 3 respeita

    Publicado em 23 de setembro de 2020 Responder

Mariana Rocha

Cresci gostando de fazer descobertas para escrever sobre elas. Na CHC consigo ser curiosa e escritora, tudo ao mesmo tempo!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?