Macaquice que nada

Chimpanzés usam pedras como se fossem martelos para quebrar nozes que fazem parte da sua alimentação (fotos: Reprodução).

Imagine a cena: uma mãe chimpanzé bate com uma pedra em uma noz, até que ela se abre. Então, se livra da casca e come o fruto. Seu filho, de oito anos, observa tudo atentamente. Ele também consegue quebrar nozes sozinho, usando a pedra, mas ainda não tem a mesma habilidade dos adultos.

Se você reparar, nesse episódio, há algo em comum entre os chimpanzés e os seres humanos. Afinal, se os macacos usam pedras para abrir nozes, nós podemos utilizar o quebra-nozes, um utensílio de cozinha que parece um alicate. Mera coincidência? Que nada!

Assim como nós empregamos objetos para realizar alguma tarefa – como varas para pescar ou martelos para pregar ou quebrar algo –, certos macacos fazem o mesmo, só que utilizam o que têm à mão, como galhos e pedras. É o que os cientistas chamam de uso de ferramentas.

Veja um filhote de chimpanzé tentando quebrar nozes com pedras e observando a mãe para aprender a realizar essa tarefa (imagens: Instituto de Pesquisa em Primatas/Universidade de Kyoto).

Como tudo começou?

Mas nem sempre foi assim. Em algum momento no passado, é provável que nós, seres humanos, não usássemos objetos para nos ajudar a fazer algo que não conseguíamos sozinhos. Quando será, então, que passamos a utilizar ferramentas? E por quê?

Um grupo de 18 cientistas de instituições de pesquisa europeias, canadenses e americanas propôs que, para respondermos a essas perguntas, devemos estudar o uso de ferramentas pelos macacos, tanto no passado quanto no presente. Isso está num texto publicado, em julho, na revista Nature (Natureza, em português), uma importante revista científica estrangeira. Mas você consegue imaginar por que esses bichos podem nos ajudar a solucionar essas questões?

Galhos e folhas para fazer a própria cama

Os macacos são nossos parentes mais próximos e, por isso, acredita-se que o comportamento deles seja bem parecido com o dos primeiros humanos. Para você ter uma ideia, chimpanzés, orangotangos e micos utilizam folhas, galhos, madeira e cascas de árvores para fazer ferramentas, muitas vezes modificando os materiais que têm em mãos para que o resultado atenda da melhor forma possível às suas necessidades. Para completar, ainda escolhem e guardam as ferramentas que consideraram melhores de usar. Macacos, por exemplo, já foram observados “pescando” cupins com galhos finos, em lugares onde não alcançam ou não podem colocar o braço.

À esquerda, um chimpanzé tenta pegar cupins usando um galho bastante fino. À direita, um outro chimpanzé dorme sobre uma cama feita de galhos e folhas.

E não é só. Há macacos que também usam pedras como martelos e bigornas e, por meio de suas ferramentas, algumas espécies também arrumam lugares para morar e viver em grupo. Os chimpanzés, especificamente, fazem suas “camas”, como ninhos, reunindo folhas e galhos, todas as noites.

Na revista Nature, os cientistas propõem que todos os registros de uso de ferramentas por macacos, tanto do presente quanto do passado, devam ser analisados. Dessa forma, acreditam eles, poderíamos comparar e entender melhor o uso de ferramentas não só por esses animais, mas também pelos seres humanos.

 

Matéria publicada em 03.08.2009

COMENTÁRIOS

Marcella-Huche

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?