Chegou o carnaval!

Atenção, foliões! Atenção, passistas e destaques! Atenção, jurados! Preparem os pandeiros e os tamborins porque vai começar o maior carnaval de todos os tempos! Personagens de vários lugares e diversas épocas estão a postos na passarela da História e vão contar as origens da mais importante festa popular do mundo!

Vem chegando o carro abre-alas! É o ano de 10.000 antes de Cristo e a agricultura começa a surgir no Egito. O povo comemora o fim do inverno rigoroso e das enchentes do rio Nilo, que impedem um bom plantio. Os egípcios dançam e cantam para espantar as energias negativas e celebrar o início da primavera! Com isso, inauguram, sem saber, o carnaval!

Mas essa festa também tem raízes na Grécia! Então, que entre a próxima ala do nosso desfile: a dos gregos! Por volta do século 14 antes de Cristo, eles caem na folia, levados pelo culto a um deus: Dionísio, símbolo do entusiasmo e da transformação! Segundo a mitologia, essa divindade chegava todos os anos à Grécia no começo da primavera e era saudada com vinho, música, dança e muita algazarra. Então, para representar sua visita, um governante decidiu organizar procissões oficiais. Nelas, a imagem de Dionísio era levada em um tipo de carro sem motor chamado carrum navalis, nome em latim que pode ter originado o termo “carnaval”!

No entanto, se na história do carnaval tem gregos, conta também com romanos! Afinal, em Roma, Dionísio era conhecido como Baco, mas também idolatrado com animação. Em 370 antes de Cristo, para cultuá-lo, sacerdotisas saíam às ruas dançando e gritando. Além disso, as procissões romanas em homenagem ao deus contavam com carros alegóricos que podem ter originado os usados hoje pelas escolas de samba. Dá para acreditar?

Pois é, o que não faltam são surpresas nas origens do carnaval! Mas o desfile pela história dessa festa não pode parar, então, lá vem a ala da Igreja! A partir da Idade Média, ela ganha força na Europa e dita as regras. O carnaval passa a não ser bem visto, porém, o Papa e os sacerdotes permitem comemorações mais discretas, antes da quaresma, os 40 dias que antecedem a páscoa. Para o povo, é a chance de se divertir antes de “dar adeus à carne” – expressão usada para se referir à quaresma e que, em latim, corresponde a carne vale , outra origem possível do nome ’carnaval’ — e se recolher para rezar.

Mas como o carnaval chegou ao Brasil?! Ah, essa é a parte mais aguardada do nosso desfile! No entanto, para entender como tudo aconteceu, vamos passar, antes, pelo carnaval da Europa e pelas festas africanas, onde tudo começou.

Matéria publicada em 20.02.2004

COMENTÁRIOS

Rafael-Barros

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?