Cantando no oceano

Em tempos de internet, os sucessos musicais internacionais se espalham cada vez mais rápido. Pode ser que você e uma menina da Polônia, ou um menino da África do Sul, tenham a mesma canção favorita! Mas você sabia que uma coisa parecida acontece com as baleias?

Calma! Não tem baleia nenhuma baixando sucessos para um tocador de MP3! Mas elas dão outro jeitinho de espalhar suas músicas por aí.

Para impressionar o sexo oposto, os machos das baleias jubarte cantam todos juntos uma melodia que é capaz de se propagar entre diferentes regiões do oceano. A serenata torna-se ainda mais intensa durante o período de acasalamento e pode rapidamente se espalhar da Austrália até a Polinésia Francesa.

A propagação de uma música cantada por uma baleia gera o que os cientistas chamam de transmissão cultural, ou seja, um grupo ou indivíduo aprende um comportamento de alguém da mesma espécie – isso pode acontecer com pássaros, alguns mamíferos marinhos e primatas como nós.

Para entender melhor, imagine a seguinte situação: você está na sua casa e, de repente, inventa uma música. Sua avó, no quarto ao lado, ouve sua canção, e sai cantando pela rua. Uma pessoa da cidade vizinha estava passando pela sua rua e também aprendeu a canção, levando-a para a casa dela. Assim, sua música se propagou desde a sua casa (onde você a inventou) até a cidade vizinha.

O mesmo acontece com as baleias: uma delas inventa uma canção no oeste do Oceano Pacífico, enquanto as baleias vizinhas vão ouvindo e cantando para outras, que também aprendem e propagam este conhecimento musical até a região leste do mesmo oceano. Segundo estudos da Universidade Queensland, na Austrália, a transmissão cultural da música das baleias jubarte do oeste até o leste leva em torno de onze anos.

Ainda não se sabe exatamente porque as baleias formam esse grande coral romântico, mas já há cientistas estudando como a transmissão cultural influencia na escolha da música que o macho canta para sua amada – afinal, para conquistá-la, ele precisa saber se ela gosta mais de sertanejo ou bossa nova!

Ouça abaixo o canto das baleias jubarte

Matéria publicada em 16.08.2011

COMENTÁRIOS

Mariana Rocha

Cresci gostando de fazer descobertas para escrever sobre elas. Na CHC consigo ser curiosa e escritora, tudo ao mesmo tempo!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?