Barreira protetora

Você gosta de experimentar comidas diferentes? Pois o Rex adora! Dia desses, nosso mascote foi a um restaurante chiquíssimo e pediu um prato de ostras. Acontece que, na hora de comer, Rex ficou observando a aparência do molusco e logo surgiu uma dúvida cruel: afinal, como um bicho molenga como a ostra consegue produzir uma concha tão dura?

Ostras

Além de ser o prato favorito de muita gente, as ostras são usadas em pesquisas científicas sobre a poluição dos oceanos e até sobre neurociências! (Foto: Wikimedia Commons / Chris 73)

Para não deixar nosso dinossauro com a pulga atrás da orelha, a CHC conversou com Guofan Zhang, oceanólogo da Academia Chinesa de Ciências. Ele contou que a ostra é capaz de produzir uma substância muito dura chamada carbonato de cálcio. “Ao se organizar em cristais, o carbonato de cálcio forma uma concha muito resistente”, explica.

Não se sabe como o carbonato de cálcio é produzido, mas os cientistas apostam em duas teorias. A primeira sugere que a ostra possui uma membrana chamada manto, responsável pela formação das proteínas que controlariam a produção do carbonato. Já a segunda teoria propõe que os cristais são fabricados por células da ostra chamadas hemócitos.

Para saber que hipótese é a mais correta, Guofan estudou todos os detalhes do material genético da ostra e acabou descobrindo que a produção da concha é mais complicada do que parece. “Tanto proteínas quanto células participam da produção da concha, mostrando que o mecanismo é bem complexo”, conta.

Ostra bebê

A produção da concha começa quando a ostra ainda é um filhote. Com apenas um dia de vida, uma fina camada de carbonato de cálcio surge para cobrir o animal. “Nesse momento, a camada é bem leve e a ostra ainda consegue nadar, mas, 20 dias depois, a concha fica pesada e a ostra fica parada no fundo do oceano”, diz Guofan.

Fabricar a concha pode parecer um processo trabalhoso, mas a ostra é bem recompensada. A estrutura protege contra predadores e ainda permite que o molusco resista a alterações no ambiente. Viu quanta informação cabe em uma conchinha?

Matéria publicada em 30.10.2012

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Esse texto, além de dar resposta a curiosidade do Rex, deu a mim , também!

    Publicado em 31 de março de 2019 Responder

Mariana Rocha

Cresci gostando de fazer descobertas para escrever sobre elas. Na CHC consigo ser curiosa e escritora, tudo ao mesmo tempo!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?