Para criar um clube de ciências

Diretamente de Feira Nova, em Pernambuco, uma experiência que merece destaque.

Olá, pessoal! A coluna deste mês segue pelo Nordeste brasileiro em busca de clubes de ciências. A boa prática da vez vem de Feira Nova, no agreste Pernambucano. Lá, o professor e biólogo Fredson Murilo da Silva está disposto a transformar a realidade local e também influenciar diretamente na qualidade da formação inicial de futuros professores. Mas quem é ele e o que anda fazendo?

Fredson é coordenador do programa de Residência Docente em Ensino de Ciências, do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Trata-se de um programa de formação de professores, que, em 2017, foi premiado pela Fundação Joaquim Nabuco, instituição que promove a educação e a cultura, como projeto mais inovador em políticas públicas em educação no Estado.

Em 2019, Fredson decidiu inovar o programa que coordena, aproveitando o conhecimento dos futuros professores. Como? Criando clubes de ciências em quatro escolas do município – todas dos anos finais do Ensino Fundamental. Agora atenção aos números! Ao todo, nove professores em formação participaram do projeto, e cada qual criou um clube. Sete desses clubes participaram da II Feira de Ciências do Agreste Pernambucano, promovida pela Universidade Federal de Caruaru, com nove projetos inscritos. Desses, quatro foram premiados com menção honrosa e um aluno ganhou uma bolsa de estudos no Estado.

O professor Fredson relata que o objetivo inicial do programa é dar experiência aos residentes, futuros professores, dentro do ambiente escolar. Isso efetivamente está acontecendo, mas, com os trabalhos nos clubes, eles acabam atingindo outro objetivo: despertar o espírito científico nos alunos das escolas alcançadas pelo programa.

Os clubes de ciências coordenados pelo professor Fredson vêm se reunindo semanalmente. Realizam essencialmente pesquisas relacionadas às questões de interesse da comunidade local, como aspectos da água e do solo, a produção de lixo, a utilização e a toxicidade de plantas medicinais, empreendedorismo e até mesmo sobre a felicidade.

O professor Fredson Murilo (camisa listrada) aparece com o residente Vycttor Matheus (camisa azul) e alunas do Clube O Segredo das Plantas, que teve menção honrosa na II Feira de Ciências do Agreste Pernambucano, em 2019
A residente Flávia Lobato (blusa azul) conduzindo experimentos sobre propriedades físico-químicas e estados físicos da água no clube Pensando fora da caixa
Clubistas orgulhosos mostram os resultados dos experimentos sobre propriedades físico-químicas e estados físicos da água no clube Pensando fora da caixa
Crédito das fotos: Fredson Murilo

Se você gostou de conhecer essa experiência e quiser saber mais sobre os clubes de ciências de Feira Nova, acesse o site do programa em www.redecpe.com.br.

E na sua escola, tem um clube de ciências? Conta pra gente. Até a próxima!!


lazzaroni

Alberto Lazzaroni
Mestre em Ciências e Biotecnologia pela Universidade Federal Fluminense
Professor do CIEP 449 Intercultural Brasil-França

Nasci na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, num tempo em que as crianças brincavam muito na rua. Tive uma infância bem feliz, sonhava em ser jogador de futebol. A paixão pelos bichos, no entanto, venceu a da bola. Hoje sou professor, apaixonado pela ciência e com um sonho: que haja um clube de ciências em cada escola do nosso país.

Matéria publicada em 15.04.2020

COMENTÁRIOS

  • Vinicius

    Eu achei inte restante eu queria saber como tiro a invenção se falara no testo eu não a prestei a atenção

    Publicado em 25 de junho de 2020 Responder

  • Fernando Allefe Oliveira Poton

    Muito bom ele ter criado tudo isso para ajudar os futuros professores

    Publicado em 9 de fevereiro de 2021 Responder

  • Samuel

    Minha paixão pelos animais e grade mais ciencias
    E muinto mais ie muinto legal e quero aprede mais

    Publicado em 10 de fevereiro de 2021 Responder

  • Pedro Paulo Gonçalves

    Oi professor. Boa tarde. Sou coordenador pedagógico de uma escola em Petrópolis e gostaria de implementar um clube de ciências aqui. Mas não sei por onde começar. Onde consigo material de orientação para iniciar o projeto?

    Publicado em 18 de fevereiro de 2021 Responder

  • Jomar Matos Souza

    Olá!
    Pretendo montar um clube de ciências em minha escola. Qual o procedimento?
    Agradeço

    Publicado em 5 de abril de 2021 Responder

CONTEÚDO RELACIONADO

Monumento ao Dois de Julho

Ele fica em Salvador, na Bahia, e é um marco no processo de Independência do Brasil

Uma conversa sobre cobras gigantes

Anacondas ou sucuris são serpentes que podem chegar a alguns metros de comprimento, mas não tanto quanto nos filmes!