O segredo das cócegas

Por que sinto vontade de rir quando alguém me faz cócegas, mas não acho graça se faço em mim mesmo?

Ilustração Walter Vasconcelos

Se você já correu de alguém que tentou te alcançar para fazer cócegas, sabe que se tentarmos fugir parece que fica ainda mais engraçado e dá mais vontade de rir quando nos alcançam. Enquanto há cócegas, há risadas! E se o alvo é a barriga ou o sovaco, não tem jeito! Fica arriscado até perder o controle e fazer xixi nas calças!  E olha que isso acontece mais do que imaginamos (acontecia muito comigo quando eu era criança!).

Mas você já pensou por que não sentimos cócegas se fazemos em nós mesmos? Existem várias hipóteses para tentar explicar isso. Uma delas diz que as cócegas, que nos levam a gargalhar, seriam um tipo de estímulo que dependeria da interação com uma outra pessoa, a que faz as cócegas. Para testar essa hipótese, cientistas já construíram uma espécie de “máquina de fazer cócegas”, acredita? E as pessoas que participaram da pesquisa riram da mesma forma do que quando recebiam as cócegas de uma pessoa. 


priscila

Priscilla Oliveira Silva Bomfim
Núcleo de Pesquisa, Ensino, Divulgação e Extensão em Neurociências (NuPEDEN)
Universidade Federal Fluminense

Sou pesquisadora apaixonada pelo cérebro e aqui vamos conversar sobre como este órgão é fascinante e controla tudo na nossa vida. Vem comigo?

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Bateria de moedas

Hora de se divertir com experimentos e atividades!

Tem criança no samba!

As escolas de samba mirins são uma alegria a mais no carnaval.