Viagens animais

Recentemente, um sapo intrometido ganhou destaque nas notícias sobre exploração espacial: em meio ao lançamento de uma sonda em direção à Lua, o anfíbio enxerido apareceu voando em uma das fotos do evento. Calma, sapos não voam – ele foi arremessado pela força do foguete!

O sapo intrometido foi flagrado no lançamento do Explorador de Atmosfera e Ambiente de Pó Lunar (Ladee, na sigla em inglês), que vai estudar a finíssima atmosfera lunar. Seu paradeiro após o episódio é desconhecido (Foto: Nasa)

O sapo intrometido foi flagrado no lançamento do Explorador de Atmosfera e Ambiente de Pó Lunar (Ladee, na sigla em inglês), que vai estudar a finíssima atmosfera lunar. Seu paradeiro após o episódio é desconhecido (Foto: Nasa)

Até agora, ninguém descobriu se o sapo sobreviveu, mas o episódio serve para recordar a longa relação entre animais e espaço: você sabia que eles chegaram à órbita da Terra antes mesmo dos humanos?

Tudo começou nos anos 1950, quando Estados Unidos e União Soviética travavam a corrida espacial, uma disputa pela liderança tecnológica e para ser o primeiro país a levar o homem à Lua – conquista atingida pelos norte-americanos em 1969.

Nesse período, diversos animais foram enviados ao espaço. “As viagens ajudaram a entender o efeito da microgravidade e da radiação sobre organismos complexos”, explica a médica especializada em fisiologia espacial Thais Russomano, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. “Esse conhecimento foi importante para compreender como o ambiente espacial poderia afetar o ser humano”.

O primeiro passo espacial nessa trajetória foi dado com as patas da famosa cadela soviética Laika, em 1957. Única tripulante da nave Sputnik 2, ela deveria permanecer alguns dias em órbita da Terra, mas a viagem não acabou bem: Laika morreu e foi desintegrada, junto com a sonda, na reentrada da atmosfera.

Anos depois, foi revelado que a cadela faleceu ainda nas primeiras horas de voo, vítima do superaquecimento da cabine. “Mesmo assim, Laika virou uma celebridade e um trunfo do programa espacial soviético”, conta Thais.

[jj-ngg-jquery-slider gallery=”45″ html_id=”about-slider” width=”600″ height=”450″
center=”1″ effect=”fade” pausetime=”7000″ order=”sortorder” animspeed=”400″]

Já a primeira viagem bem sucedida aconteceu em 1959: dois macacos norte-americanos foram os primeiros a voltar com vida do espaço. Um deles morreu logo após a viagem, mas a macaquinha Miss Baker experimentou alguns anos de fama.

O sucesso da experiência abriu caminho para que, nos anos seguintes, cachorros, macacos, coelhos, gatos, peixes, sapos, ratos e outros animais embarcassem rumo ao espaço. “Hoje há uma grande controvérsia sobre uso de animais em estudos científicos, mas isso foi comum na ciência aeroespacial”, lembra Thaís.

Depois que o primeiro humano chegou ao espaço – o cosmonauta russo Iuri Gagarin, em 1961 –, a utilização de grandes animais diminuiu. “É difícil manter esses animais no espaço. Eles requerem muitos cuidados e muito tempo dos astronautas”, explica a cientista. Por outro lado, várias missões recentes, inclusive na Estação Espacial Internacional, envolveram a utilização de bichos menores, como ratos, minhocas e insetos.

Matéria publicada em 11.11.2013

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Sinto muito, pela Laika!Há algum vídeo mostrando a partida da cadela ou dos macaquinhos?

    Publicado em 18 de agosto de 2018 Responder

  • milera

    Olá CHC, eu me chamo Mirella tenho 11 anos e estudo na Escola Estadual Marechal Floriano . Achei muito interessante a historia da cachorrinha Laika , incrível como ela foi a primeira cachorrinha a ir ao espaço. Eu gostaria muito de mais matérias como essa acho muito interessante formas de vida animais irem ao espaço. Muito obrigada por me ouvir .

    Mirella Beatriz Da Silva Bento.
    11 anos.
    Escola Estadual Marechal Floriano.

    Publicado em 2 de dezembro de 2020 Responder

  • milera

    Olá CHC, eu me chamo Mirella tenho 11 anos e estudo na Escola Estadual Marechal Floriano . Achei muito interessante a historia da cachorrinha Laika , incrível como ela foi a primeira cachorrinha a ir ao espaço. Eu gostaria muito de mais matérias como essa acho muito interessante formas de vida animais irem ao espaço. Muito obrigada por me ouvir . um beijo tchau.

    Mirella Beatriz Da Silva Bento.
    11 anos.
    Escola Estadual Marechal Floriano.

    Publicado em 2 de dezembro de 2020 Responder

  • Beatriz Carolina Gregolim

    Olá,galera da chc gostei muito da matéria viagens animais, porque gosto muito de animais e de coisas relacionadas ao espaço. Eu ja tinha ouvido falar sobre a cachorra Laika e sua viagem no espaço, mas nunca sobre outros animais, achei muito interessante. sou muito curiosa principalmente quando o assunto é ciências.
    Beatriz Carolina Gregolim.
    Tenho 8 anos escola Colégio Academia cidade Jahu.

    Publicado em 17 de fevereiro de 2021 Responder

Envie um comentário

Marcelo-Garcia

Sou um curioso apaixonado por ciência e adoro quadrinhos e ficção científica. Quase virei cientista, mas preferi me dedicar a mostrar pra todo mundo que a ciência está em tudo ao nosso redor!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat