Pura beleza

Com seu longo bico e cores vibrantes, os tucanos deixam a natureza ainda mais bonita.

Corpo coberto por penas pretas, brancas e algumas vermelhas. E um longo – longo mesmo! – bico amarelo, alaranjado e preto. Estou falando, claro, do tucanuçu ou tucano-toco, uma das aves mais conhecidas do Brasil. O tucanuçu é muito comum em algumas partes do país, principalmente nas regiões centro-oeste e sudeste. Quando criança, eu pensava que essa fosse a única espécie de tucano existente. E, para minha felicidade, eu estava errado!

Os cientistas já descreveram por volta de 40 espécies diferentes de tucanos e seus primos, os araçaris – todas aves nativas da região neotropical, que abrange o México, a América Central e a América do Sul. Mais da metade dessas espécies podem ser encontradas no Brasil, cada uma adaptada ao clima e vegetação de determinada região. Mas a maioria vive dentro de florestas, ao contrário do tucanuçu, que se dá bem em ambientes abertos. Aliás, em geral os tucanos e araçaris têm asas curtas, apropriadas para voar apenas pequenas distâncias no interior das matas.

O tucanuçu (à esquerda) é a maior espécie da família dos tucanos e araçaris, podendo medir até 65 centímetros e pesar quase 1 quilo. Já o araçari-de-bico-riscado (à direita) é a menor do grupo, medindo até 40 centímetros e pesando menos de 150 gramas.
Fotos: Wikimedia Commons

O bicão dos tucanos é o que mais lhes dá destaque. Quem vê pensa que se trata de uma estrutura pesada, mas a verdade é que o interior do bico dessas aves é feito de um osso parecido com uma esponja (embora duro), e por isso é bem leve. Mas, para que um bico desse tamanho? Bem, o bico longo ajuda a alcançar frutos de galhos muito finos, que não aguantariam o peso da ave. Ele também serve para chamar a atenção de outros tucanos e araçaris e até para assustar aves menores. Poucos anos atrás, cientistas brasileiros e estrangeiros descobriram ainda que o bico de tucanos e araçaris pode ajudar até no controle da perda de calor do corpo.

Não bastasse o bico enorme, muitos tucanos e araçaris são bastante coloridos e lindos! Veja o tucano-de-bico-verde (1), o araçari-banana (2), o araçari-castanho (3) e o araçari-poca (4).
Fotos: Wikimedia Commons

Frutos, especialmente os de palmeiras, são o principal alimento de tucanos e araçaris. Por isso, eles espalham sementes pelas matas, ajudando a “plantar” novas árvores. Mas seu cardápio é mais extenso, e pode incluir insetos, aranhas, e, acredite, até ovos e filhotes de outras aves!

Onde eu moro, é comum de se ver o tucanuçu, mas não outros tucanos ou araçaris. E você? Já viu algum deles voando aí na região onde você vive?

Confira uma galeria com lindas fotos de tucanos e araçaris em https://www.wikiaves.com.br/wiki/ramphastidae


Henrique Caldeira Costa,
Departamento de Biologia Animal
Universidade Federal de Viçosa

Sou biólogo e muito curioso. Desde criança tenho interesse especial em pesquisar os seres vivos, especialmente o mundo animal. Vamos fazer descobertas incríveis aqui!

Matéria publicada em 26.08.2019

COMENTÁRIOS

  • eduardo torres de saboya

    essa materia dos tucanos e muito legal esse texto

    Publicado em 23 de outubro de 2020 Responder

  • Ludmila

    gostei muito da noticia, achei super legal.

    Publicado em 20 de setembro de 2021 Responder

  • Cecilia Freire

    Gostei mto da matéria sobre os tucanos, Henrique, e aqui em Jundiaí, onde tenho uma chácara, eles aparecem sempre, pra nossa alegria. Gostaria de saber se eles Sao monogãmicos, pis os acho mto solitários, sempre sozinhos.

    Publicado em 23 de novembro de 2021 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

O engenheiro da lama

Um mergulho no manguezal pode revelar muitas curiosidades sobre o caranguejo-uçá!

Fora da Terra

Em uma viagem fora da Terra, podemos descobrir como os satélites nos ajudam a perceber mudanças e medir a superfície do planeta.

Open chat