Experiência: o ar existe?

Como os peixes, nós vivemos em um mar. A diferença é que o nosso ’mar’ não é feito de água, mas sim de gás, que também conhecemos como ar. O nosso ’mar’, que chamamos atmosfera, tem cerca de 100 quilômetros de espessura


O vento é o ar em movimento. Apesar de não o vermos, podemos sentir seu efeito, como quando sentimos a brisa em nosso rosto. Podemos usá-lo, por exemplo, nos moinhos de vento ou nos barcos a vela. Muito forte, o vento pode causar sérios prejuízos, como no caso da ventania ou do vendaval, arrancando árvores, derrubando casas etc.

Muita gente acha que o ar não pesa. Mas não é verdade. Pesa e muito. Só para você ter uma idéia, o ar dentro de uma sala de tamanho médio pesa quase o mesmo que um homem, o que é muito! Mais impressionante ainda: o ar da atmosfera que está em cima da gente pesa 17 toneladas, ou seja, o peso de cerca de 225 homens juntos!

Agora você deve estar pensando: “Socorro! Estamos sendo esmagados! Vamos morrer comprimidos pelo ar! Vamos fugir!” Mas fugir para onde? O ar está em todo canto… E, depois, o ar também está ao nosso lado e dentro da gente. Com isso, a força que nos comprime é compensada pela força do ar perto e dentro da gente. No final das contas, uma força anula a outra e ninguém sai esmagado.

Quando alguém perguntar se há um copo vazio, responda que não, porque todos estão cheios de ar. Essa é uma brincadeira meio sem graça, mas verdadeira. O ar existe por toda parte, mas não tem cor, não tem cheiro, não tem gosto e não podemos pegá-lo. Então, como provar que ele existe? A resposta você confere nos dois experimentos a seguir!

Matéria publicada em 28.07.2010

COMENTÁRIOS

  • Sarah Colombo De Mattos Vanique Costa

    como provar que o ar existe em esperimentos-fizemos um esperimento online que descobrimos que existe ar dentro da gente pegamos um canudo e sopramos em um copo de água e o ar formou as bolhas

    Publicado em 17 de agosto de 2020 Responder

  • Luiza F. Botura

    Podemos provar que o ar existe em experimentos como: encher dois balões, depois amarrar cada um numa ponta de um cabide. Então estouramos um dos balões e o cabide ficou torto. Isso porque o ar saiu do balão estourado e o balão cheio pesou e desequilibrou o cabide

    Publicado em 17 de agosto de 2020 Responder

  • Pedro B. Rofner

    Pega uma pessoa e sopra na cara dela essa idiota de n saber q a merda do ar existe, imbecil

    Publicado em 17 de agosto de 2021 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat