Salamandras paraquedistas

Como um anfíbio escalador não cai do alto de árvores gigantes?

As sequoias são uma das maiores árvores do mundo, podendo atingir 100 metros de altura, o equivalente a um prédio de 20 andares. No oeste dos Estados Unidos existe uma floresta de sequoias, lar de uma espécie de anfíbio conhecida como salamandra-errante, chamada pelos cientistas de Aneides vagrans.

Com membros compridos, dedos finos e uma cauda preênsil – que funciona mais ou menos como uma perna extra – a salamandra-errante é uma ótima escaladora de sequoias. Algumas delas já foram encontradas a quase 90 metros acima do chão!

A salamandra-errante, apesar de lembrar uma lagartixa, é um anfíbio com cauda, parente dos sapos, rãs, pererecas e cecílias.
Foto John P Clare/Flickr/CC BY-NC-ND 2.0A
Floresta de sequoias – árvores que estão entre as maiores do mundo.
Foto Wikipédia

Viver sobre as árvores tem seus riscos, é claro. Afinal, despencar lá de cima seria fatal para um pequeno anfíbio com menos de 13 centímetros de comprimento. Mas a salamandra-errante desenvolveu uma estratégia inusitada para lidar com a vida nas alturas…

Se outro animal se aproxima de uma salamandra-errante, ela rapidamente salta da árvore! Acontece que salamandras não têm asas para voar – como as aves e os morcegos – nem membranas especiais para planar – como os lagartos-dragão ou os esquilos-voadores. Então, será que ela despenca lá de cima quando pula? Hora de investigar!

Cientistas levaram diferentes espécies para estudo: a salamandra-errante – que vive nas árvores – e outras salamandras que só vivem no chão da floresta. No laboratório, usaram um túnel de vento simulando a queda desses anfíbios do alto de uma árvore. Quando soltas no túnel de vento, as salamandras que vivem no chão rodopiavam no ar e caíam sobre uma rede de segurança. Já a salamandra-errante não caía, mas planava!

Mesmo sem membranas ou qualquer estrutura especial no corpo, uma salamandra-errante é capaz de pular com segurança entre os galhos da sequoia. Durante o salto, o anfíbio estica seu corpo, suas patas e dedos e, com leves movimentos do corpo e da cauda, consegue planar e pousar em segurança em outro galho. Um paraquedas animal! Com essa habilidade toda, quem precisaria de elevador?

Confira a diferença de uma salamandra que vive no chão e a incrível salamandra-errante planando no ar!

henrique-caldeira

Henrique Caldeira Costa,
Departamento de Zoologia
Universidade Federal de Juiz de Fora

Sou biólogo e muito curioso. Desde criança tenho interesse em pesquisar os seres vivos, especialmente o mundo animal. Vamos fazer descobertas incríveis aqui!

Matéria publicada em 01.09.2022

COMENTÁRIOS

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Bem lá no fundo do oceano

Segure o fôlego e mergulhe para descobrir o que há no mar profundo!

Monumento ao Dois de Julho

Ele fica em Salvador, na Bahia, e é um marco no processo de Independência do Brasil