A farmácia natural dos animais

Seu cachorro está parado, mal levanta os olhos quando você chama… Seu gato nem parece o mesmo sapeca de sempre, anda esquisito… Seu jabuti faz dias que não come e não sai do mesmo canto… Quando você desconfia de que há algo errado com seu bichinho de estimação, a primeira coisa que lhe vem à cabeça é “marcar uma consulta com o veterinário”, certo? Mas e os animais soltos na natureza? Aqueles que não são de estimação, não tem donos e vivem soltos em matas ou até mesmo? Como será que eles fazem quando se sentem mal? Eles se viram! Como? Buscando remédios naturais. Essa atitude tem um nome na ciência: zoofarmacognosia!

Ilustração Mario Bag

 

Ana Lúcia Giannini,
Instituto de Biologia,
Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje das Crianças

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Quem protege os meros?

Peixes que podem ser maiores do que humanos estão ameaçados de extinção.

Mar, misterioso mar!

Cheio de vida e de surpresas, o oceano mexe com a imaginação da gente.