Sumiço no céu

À esquerda, veja Júpiter em agosto de 2009, com as duas faixas de nuvens. À direita, observe o planeta em maio de 2010, com uma faixa só (fotos: Anthony Wesley).

Meninos e meninas, vocês não sabem o que aconteceu! Outro dia, eu estava olhando para o céu com meu telescópio quando notei algo muito estranho: Júpiter estava com uma aparência diferente! Talvez vocês não saibam, mas esse planeta apresenta duas faixas marrons, que são formadas por nuvens. Só que uma delas não estava lá! Apertei os olhos para ver melhor, mas era isso mesmo: uma faixa havia desaparecido!

Não fui o único a perceber a mudança. Um fotógrafo e observador de Júpiter lá da Austrália também notou a transformação e tirou as fotos que você vê aqui. Ele já havia observado que uma das faixas estava ficando menos visível, mas nunca pensou que ela fosse sumir! A dúvida ficou na minha cabeça: como é possível que um cinturão de nuvens duas vezes mais largo do que a Terra e grande o suficiente para dar vinte voltas ao redor do nosso planeta tenha desaparecido assim?!

Mistérios de Júpiter
Conversei com uma astrônoma e ela me contou que Júpiter é mesmo um planeta misterioso. Os cientistas ainda não têm como explicar por que a faixa desapareceu, mas sabem que não é a primeira vez que isso acontece!

A faixa sul do planeta some em intervalos regulares. Já havia desaparecido em 2007 e também em 1993, 1989 e 1973. “Ninguém sabe a causa desse evento, mas a gente tem ideias do que pode ter acontecido”, conta Daniela Lázaro, astrônoma do Observatório Nacional. Segundo ela, é provável que a faixa escura, formada por nuvens de enxofre, ainda esteja lá, mas coberta por nuvens mais altas e claras de amônia.

A atmosfera de Júpiter é formada por nuvens de amônia (mais claras) e de enxofre (mais escuras) que estão sempre em movimento. Clique na imagem para ver (animação: NASA/JPL/Universidade do Arizona).

“A atmosfera de Júpiter é muito variável e o que deve ter acontecido é um aumento das nuvens claras por cima da faixa de nuvens escuras”, explica ela. O mais curioso é que, a qualquer momento, o cinturão de nuvens de enxofre pode reaparecer! Se você tiver acesso a um telescópio, ou mesmo a um binóculo potente, pode ser o primeiro a ver essa mudança. Então, que tal ficar de olho no céu?!

Matéria publicada em 02.06.2010

COMENTÁRIOS

Padrão do site

Sou o mascote da CHC. Troquei a pré-história pelo mundo virtual para mostrar a você o lado curioso e divertido da ciência.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!