Morcegos na mira

Existem no mundo mais de mil espécies de morcegos e, no Brasil, pelo menos 170 (Foto: Wikimedia Commons)

Personagens de vários filmes de terror, os morcegos têm fama de maus e assustam muita gente. Mas você sabia que esses animais não ameaçam os seres humanos e que ainda são muito amigos da natureza? A pedido da leitora Catarina Elias Fornazieri, que tem nove anos e mora em José Bonifácio, São Paulo, reunimos aqui algumas das informações que a CHC já publicou sobre esses bichos tão incompreendidos!

Na CHC 32, por exemplo, você vai descobrir que, como todos os mamíferos, o morcego tem o corpo coberto de pelos e amamenta seus filhotes. Porém, ele tem uma característica exclusiva – a capacidade de voar. Outras peculiaridades é que são animais noturnos, que dormem pendurados de cabeça para baixo e que, embora não sejam cegos, se localizam com a ajuda do sonar.

Morcego

O sonar é formado pela emissão de sons de alta frequência, inaudíveis pelo homem. Quando esbarram em um objeto ou outros animal, esses sons produzem ecos, que são captados por estruturas que ficam nos ouvidos externos dos morcegos, o que facilita muito o serviço de captura de presas (Foto: Wikimedia Commons)

A maior parte dos morcegos é pequena. O morceguinho-marrom, por exemplo, pesa apenas quatro gramas e é o menor mamífero brasileiro. As maiores espécies pesam cerca de 200 gramas. Porém, uma coisa é certa: durante o voo, eles parecem bem maiores. Alguns morcegos podem medir, da ponta de uma asa à outra, cerca de um metro.

Apenas três espécies de morcegos se alimentam de sangue. Mas ninguém precisa se assustar pensando em vampiros! Eles procuram mesmo é o sangue de outros animais, como bois. Ao encontrar a presa, usam os dentes incisivos para remover uma pequena porção de pele, por onde vai jorrar o sangue. Depois, ficam tranquilamente lambendo o líquido quentinho e gostoso – para o gosto dos morcegos, claro.

Morcego comendo fruta

Morcegos podem ajudar a controlar a população de ratos e insetos, além de espalhar sementes de árvores e auxiliar na reprodução das plantas (Foto: Wikimedia Commons)

Outras espécies se alimentam de insetos, que capturam em pleno voo, ou de frutas e néctar das flores. Há também os morcegos carnívoros, menos comuns, que têm em sua dieta pererecas, lagartos, pássaros, peixes, ratos e até outros morcegos. A CHC 106 publicou um texto bem legal sobre a alimentação desses bichos e como eles contribuem para a regeneração das florestas e a distribuição de várias plantas.

Na CHC 151, você encontra perguntas e respostas rápidas sobre o que fazer se um morcego entrar em sua casa, por exemplo, ou sobre as doenças que esses animais podem transmitir. Já na edição 170, você vai conhecer morcegos pré-históricos de até 60 milhões de anos! Depois de tanta informação, você vai se sentir até amigo desses bichos…

Matéria publicada em 06.02.2013

COMENTÁRIOS

  • Isaac

    Gostei de mais agr vou ser amigo dos morcegos!

    Publicado em 9 de agosto de 2022 Responder

  • Isaac

    Gostei de mais agr vou ser amigo dos morcegos!

    Publicado em 9 de agosto de 2022 Responder

Padrão do site

Sou o mascote da CHC. Troquei a pré-história pelo mundo virtual para mostrar a você o lado curioso e divertido da ciência.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!