Fabricando neve

Enquanto aproveitamos os dias de calor no hemisfério Sul, alguns países do hemisfério Norte preparam-se para enfrentar a neve que cai no inverno. Por acaso, você já se perguntou como a neve se forma? Pois saiba que isso só acontece quando a temperatura da atmosfera está abaixo de zero e algumas gotículas de água transformam-se em gelo dentro das nuvens e caem no solo. A neve pode ter diferentes formas e tamanhos, mas, geralmente, tem o formato de um cristal de seis lados. Algumas vezes, sua aparência pode ser a de um pó bem fino.

Com elementos simples, experimento mostra que é possível fabricar neve de mentirinha. (foto: LenDog64/Flickr/ CC BY-ND 2.0)

Com elementos simples, experimento mostra que é possível fabricar neve de mentirinha. (foto: LenDog64/Flickr/ CC BY-ND 2.0)

Você quer saber se pode nevar no Brasil, certo? Embora não seja muito comum, pode, sim. Na região Sul, por exemplo, pode nevar como nos países da Europa. Isso acontece porque essa região é a mais fria do Brasil e não está localizada entre a linha imaginária do Equador e a do Trópico de Capricórnio, onde as temperaturas costumam ser mais altas. Se você não mora na região Sul e nunca viu nevar, não se preocupe: com um pote de vidro com tampa (semelhante aos de comida para bebês) e ácido bórico cristalizado (que pode ser comprado em farmácias) é possível fabricar uma falsa neve. Siga os passos:

1 – Coloque cinco colheres de chá de ácido bórico cristalizado dentro do pote de vidro.

2 – Encha o pote com água até a borda.

3 – Tampe e agite bem o pote, até misturar a água e o ácido cristalizado.

Repare que, em poucos minutos, vão surgindo floquinhos parecidos com neve flutuando na água. Sabe por que isso acontece? É porque o ácido bórico não se dissolveu totalmente. Aquela quantidade de água já dissolveu o máximo de ácido possível. O que não se dissolveu restou na forma de flocos brancos, a nossa falsa neve. Pelo fato de o ácido não ter sido totalmente dissolvido, dizemos que a mistura está saturada. Para que os cristais flutuem, imitando a neve cair, é preciso que você agite o pote. Então, mãos à obra e…. Feliz Natal!

 

 

Matéria publicada em 08.12.2015

COMENTÁRIOS

Zíper

Gosto de zanzar por aí à procura de novidades interessantes do mundo da ciência. Adoro bancar o cientista e realizar os experimentos mais malucos!

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!