Amor pela profissão

Para ser um cientista, em qualquer área, é preciso estudar bastante e dedicar-se muito às pesquisas. Mas os cientistas não são pessoas distantes de nós: ao contrário, são gente como a gente – pessoas comuns que decidiram dedicar tempo e esforço à ciência.

A página A ciência que eu faço, idealizada pelo Museu de Astronomia e Ciências Afins, mostra justamente isso. Ela reúne, em vídeos, mais de 250 depoimentos de pesquisadores brasileiros, que contam o que os motivou a tornarem-se cientistas em suas respectivas áreas de atuação.

Uma das entrevistadas, por exemplo, é a bióloga molecular Helena Nader. Assim como você, ela adorava jogar bola e brincar de boneca quando criança (confira o vídeo abaixo). Quem sabe você não se anima a virar um grande pesquisador?

Matéria publicada em 27.08.2013

COMENTÁRIOS

  • Abilia

    Legal

    Publicado em 29 de julho de 2020 Responder

  • ruth

    Legal muito bom

    Publicado em 5 de agosto de 2020 Responder

  • Felipe Natan

    Legal achei bem interessante

    Publicado em 5 de agosto de 2020 Responder

  • Mariana

    Esse texto foi suficiente pra mim entender q a ciência é uma matéria maravilhosa

    Publicado em 29 de outubro de 2020 Responder

Padrão do site

Sou o mascote da CHC. Troquei a pré-história pelo mundo virtual para mostrar a você o lado curioso e divertido da ciência.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!