COMPARTILHE:

[print-button target='#areaImpressao']

Ciência Hoje das Crianças


Conteúdo do Link: http://chc.org.br/salvem-a-mantiqueira/

Salvem a Mantiqueira

Cientistas lutam pela preservação da serra que abriga diversos animais e plantas ameaçados

Notícias - 25-07-2014 Meio Ambiente Imprimir Pdf

O que é o que é: uma cadeia montanhosa com aquele clima de friozinho gostoso que se estende por três estados brasileiros e é lar para diversas espécies da fauna e da flora. Já adivinhou? Estamos falando da Serra da Mantiqueira!

Parque Nacional do Caparaó, no extremo norte da cadeia de montanhas. (foto: André Freitas)

Parque Nacional do Caparaó, no extremo norte da cadeia de montanhas. (foto: André Freitas)

Ameaçada pela ação do homem, ela já vem sofrendo as consequências –- várias de suas espécies estão correndo o risco de desaparecer. Por isso, um grupo de cientistas criou o projeto Mantiqueira Viva, que tem como objetivo transformar parte da cadeia montanhosa distribuída pelos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais em patrimônio ambiental. A medida servirá para conversar suas paisagens pelo controle da ocupação humana na região e das atividades econômicas desenvolvidas.

A iniciativa contou com a participação do Programa de Pesquisas em Caracterização, Conservação, Restauração e Uso Sustentável da Biodiversidade do Estado de São Paulo (Biota-Fapesp), que contribuiu para organizar um abaixo-assinado online pedindo o tombamento da serra –- ou seja, sua transformação em patrimônio ambiental. Já foram reunidas mais de 10 mil assinaturas!

Floresta pluvial com trepadeiras, palmitos e samambaias arbóreas nas encostas úmidas, no Parque Nacional de Itatiaia, Rio de Janeiro. (foto: André Freitas)

Floresta pluvial com trepadeiras, palmitos e samambaias arbóreas nas encostas úmidas, no Parque Nacional de Itatiaia, Rio de Janeiro. (foto: André Freitas)

“Se a proposta for aceita, várias medidas serão tomadas para proteger áreas acima de 800 metros de altitude”, explica o biólogo Carlos Joly, que coordena o projeto. “Vamos incentivar o turismo de natureza na região, impedir o descarte de lixo e limitar a mineração, por exemplo.”

Entre as áreas a serem protegidas estão os campos de altitude, regiões elevadas com mais de 1600 metros de altura e que abrigam espécies de plantas e animais exclusivas da Mantiqueira. “Esses locais preciosos têm sido destruídos pela criação de gado, por incêndios e pela construção de condomínios de luxo. O tombamento poderia impedir isso”, esclarece o também biólogo André Freitas, da Universidade Estadual de Campinas e do Biota-Fapesp. “Isso é fundamental, pois a degradação desses habitats significa que estamos perdendo essas espécies para sempre.”

A borboleta 'Pampasatyrus reticulata' só existe nos campos de altitude. (foto: André Freitas)

A borboleta Pampasatyrus reticulata só existe nos campos de altitude. (foto: André Freitas)

A proteção da Serra da Mantiqueira é ainda mais importante se pensarmos que ela serve de lar para incontáveis espécies ainda desconhecidas. “Só de borboletas, foram encontradas cerca de 20 novas espécies nos últimos cinco anos por lá”, ressalta o biólogo.

Além disso, importantes populações de espécies de animais e plantas ameaçadas de extinção vivem no local. “Animais como a onça-pintada, o lobo-guará e o papagaio-de-peito-roxo habitam a serra, assim como muitos anfíbios e plantas como as samambaias, bromélias e orquídeas. Precisamos proteger essa biodiversidade enquanto há tempo”, alerta André.

Isabelle Carvalho, estagiária do Instituto Ciência Hoje
Desde criança, sempre gostei de ler e escrever histórias. Hoje, estou muito feliz por poder contar muitas histórias sobre ciência na CHC!

Comentários

Observação: Os comentários publicados abaixo foram enviados por nossos leitores e não necessariamente representam a opinião da Ciência Hoje das Crianças.

  1. arlindo disse:

    eu gostei brigado agora eu si onde emcontrar hitoria da mantiqueira

  2. Luiz Ari disse:

    Apoio total a preservação

  3. HARISSON disse:

    Olá . Eu queria saber se vocês podem , na próxima CHC ,publicarem um artigo sobre como ver as notas no portal ” rumo à universidade ” .

  4. João Carlos Braga Junior. disse:

    É de se estranhar, numa época em que se fala em resgate de carbono, que ações são praticadas no sentido contrário. Que se deem os passos seguintes para impedir tais degradações. Sempre os pecuaristas e o desordenado crescimento imobiliário. Estes são os a combater jurídica e midiaticamente. Tornem mais difusas as medidas de defesa e, por favor, com energia e coragem. Mostrem-nos os interessados e os envolvidos nesta exploração, inclusive na ofensiva política, para podermos contra-atacar com força total. Todos nós e as futuras gerações dependemos destas ações. Obrigado por terem me tornado informado sobre isto.


Deixe o seu comentário!









Conteúdo Relacionado

  • Mata atlântica na era do gelo

    Pesquisa indica que a floresta pode ter se expandido, e não diminuído, durante esse período gelado da história do planeta

    As florestas tropicais, como a mata atlântica, estão entre as áreas de maior biodiversidade do mundo. (foto: Leonardo Merçon/Instituto Últimos Refúgios)
  • O livro que virou parque

    Conheça a história da paisagem que inspirou um livro, que por sua vez inspirou a criação de uma das principais áreas de proteção do cerrado brasileiro

    Uma das paisagens mais marcantes do cerrado são as veredas, formações vegetais que acompanham riachos e nascentes, e onde predominam as palmeiras do buriti ((i)Mauritia flexuosa(/i)). (foto: Thpelin / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0)
  • Um santuário para os lobos

    Conheça a Serra do Caraça, área de preservação no coração de Minas Gerais que tem entre seus habitantes mais famosos o lobo-guará

    A relação entre os lobos-guarás e os administradores do Santuário já dura muitos anos. Ao alimentar esses animais, os responsáveis têm o cuidado de não comprometer seus hábitos alimentares naturais – afinal, os lobos precisam continuar se alimentando também na natureza! (foto: Padre Lauro Palú)
string(31) "lightboxIframe link infografico"

Novidades

Cadastre-se para receber nossas novidades por e-mail.

Seu e-mail