Papo de girafa

O cachorro late, o gato mia, o cavalo relincha. E a girafa? Os cientistas ainda não sabem muito sobre o barulho que elas emitem e qual seria a sua função. Para descobrir um pouco mais a respeito, a bióloga Angela Storger, da Universidade de Viena, na Áustria, instalou microfones e gravadores no recinto das girafas em três zoológicos da Europa e gravou por 947 horas.

Pesquisadores gravaram os sons emitidos pelas girafas em três jardins zoológicos. (foto: Angela Storger)

Pesquisadores gravaram os sons emitidos pelas girafas em três jardins zoológicos. (foto: Angela Storger)

A partir desse material, ela notou que, durante a noite, as girafas emitem sons com harmonia e frequência variadas – o que será que estão querendo dizer? Ainda não é possível tirar conclusões, mas este foi o primeiro registro de sons complexos emitidos pelas girafas, o que já empolga os cientistas para realizar mais estudos.

Mesmo sem dados capazes de desvendar o mistério sobre a comunicação das girafas, os resultados da pesquisa são importantes. O biólogo Sérgio Moraes, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, destaca que até então os barulhos emitidos pelas girafas eram descritos como gemidos, grunhidos ou gritos. Já o estudo de Angela registrou sons mais complexos, que se aproximam daqueles usados para a comunicação de outros mamíferos.

As girafas vivem em grupo e são famosas por se comunicarem visualmente, ou seja, usando a linguagem corporal. (foto: Angela Storger)

As girafas vivem em grupo e são famosas por se comunicarem visualmente, ou seja, usando a linguagem corporal. (foto: Angela Storger)

“As girafas são animais que vivem em grupos, mas usam uma linguagem mais corporal do que vocal. Elas possuem uma boa visão, o que favorece a comunicação visual e ajuda a manter o traço de união do grupo”, afirma Sérgio. Essa característica pode ser uma pista para entender por que o barulho só foi registrado à noite: sem luz, a visão é prejudicada, então o uso de sons ajudaria o grupo a permanecer unido.

Esta é apenas uma hipótese, ou seja, uma ideia que os cientistas ainda precisam confirmar. Para isso, vão precisar realizar novos estudos. Angela disse à CHC que a pesquisa sobre esses mamíferos pescoçudos não é fácil, porque é comum gravar por horas e horas e não conseguir nenhum dado relevante.

Por isso, ela sugere “o desenvolvimento de um sistema de gravação automática que permita a captação de áudio e que ajude a analisar grande quantidade de material acústico, para que mais pesquisas sobre o comportamento vocal das girafas sejam estimuladas”. Aí, quem sabe, poderemos entender o que elas conversam umas com as outras…

Matéria publicada em 16.10.2015

COMENTÁRIOS

  • Joaquim

    Podem mostrar o som por favor

    Publicado em 18 de maio de 2021 Responder

    • Vittor

      Nuca ouvi um som de girafa

      Publicado em 3 de dezembro de 2021 Responder

  • Gustavo Mora Magalhães

    fofo legal da vontade de aperta

    Publicado em 29 de junho de 2021 Responder

  • Ramaíse

    Eu achei muito legal essa informação pois sempre quis saber que som a girafa faz,eu queria saber um pouco da vida das girafas.

    Publicado em 18 de março de 2022 Responder

Envie um comentário

Iara Pinheiro

Fui uma criança curiosa e tagarela, por isso adoro ler e escrever. Surgiu daí minha vontade de ser jornalista: para descobrir um pouquinho todo o dia.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat