O que faz a Agência Espacial Brasileira?

Sérgio Maurício Brito Gaudenzi, presidente da AEB.

Ficou curioso e quer saber mais sobre a Agência Espacial Brasileira, AEB? Pois preste atenção na conversa que a equipe da Ciência Hoje das Crianças teve com o presidente dessa instituição, Sérgio Maurício Brito Gaudenzi. Ele coordena, supervisiona e administra todas as ações da AEB. Entre outras informações, você vai saber mais sobre o Programa Espacial e entender o que o astronauta brasileiro fará lá no espaço. Olho nas estrelas e na leitura!

CHC: O que faz a Agência Espacial Brasileira?
Presidente da AEB: A Agência Espacial Brasileira é o órgão central responsável pela coordenação do Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE), que conta com a participação de instituições como o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT), o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE/CTA) e os Centros de Lançamento de Alcântara (CLA) e da Barreira do Inferno (CLBI), além de universidades e institutos técnicos e científicos. Um exemplo das nossas atribuições foi rever de todo o Programa Espacial Brasileiro.

O que é o Programa Espacial Brasileiro?
É um conjunto de ações e atividades realizadas com o objetivo de capacitar o Brasil para obter seus próprios meios de acesso ao espaço, a desenvolver seus satélites, seus veículos lançadores e os locais para lançamento. Além disso, o Programa pretende promover a formação de pesquisadores qualificados, desenvolver a indústria e oferecer serviços. Imagine detectar focos de incêndio em toda a nossa extensão territorial; controlar o desmatamento de nossas florestas; examinar a poluição dos rios e do mar; prestar serviços de telefonia, promover a segurança de vôos, transmissão de voz e imagens etc. Pois os satélites fazem tudo isso! A muitos quilômetros do planeta, eles conseguem “ver” para nos transmitir todos esses dados.

Como foi a negociação para o primeiro vôo do astronauta brasileiro, o Tenente Coronel Marcos Pontes?
Os problemas nos ônibus espaciais norte-americanos tornaram a fila de vôo dos astronautas mais longa. No ano passado, a Agência Espacial Brasileira consultou a Agência Espacial Russa sobre a possibilidade de enviar o Tenente Coronel Marcos Pontes em uma nave russa, a Soyuz . Após um demorado período de negociação, fizemos um contrato, assinado em 18 de outubro de 2005, na presença do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Vladimir Putin, para a missão do primeiro vôo e a condução de experimentos científicos para estudo na Estação Espacial Internacional. O vôo está programado para 22 de maio de 2006.

Qual a importância para nosso país em mandar um astronauta brasileiro a uma missão espacial?
É importante para dar visibilidade, divulgar e voltar os olhos para o programa espacial, que é um excelente plano para o país. A realização da primeira missão ocorrerá no ano do centenário do vôo de um brasileiro que nos traz muito orgulho, Santos-Dumont. Além disso, serão enviados experimentos de instituições de pesquisa do Brasil, em diversas áreas do conhecimento, para serem testados na Estação Espacial Internacional (ISS).

O que o astronauta brasileiro fará na estação espacial?
A Estação Espacial Internacional (ISS) é um grande laboratório, só que no espaço. O astronauta brasileiro conduzirá os experimentos de universidades e empresas brasileiras à ISS e lá observará o que acontecerá com eles. Um exemplo: muitos conhecem a experiência de colocar o feijão no algodão. Na Terra, parece muito simples. Se você levar esse mesmo experimento para o espaço, coisas diferentes vão acontecer. Como no espaço não há embaixo nem em cima, pela falta da gravidade, as raízes e o caule tendem a crescer sem direção definida. Este é um dos objetivos das pesquisas – descobrir como a gravidade influencia o funcionamento do corpo, das plantas, os processos físicos e químicos em ambiente de ausência quase completa de gravidade.

Qual o objetivo do Concurso de Desenhos Brasil e o Espaço?
Muitas pessoas acham que o programa espacial é algo só para técnicos e cientistas. Queremos mostrar que ele é acessível a qualquer um. Uma das formas que encontramos foi a elaboração da revista O Menino Astronauta . Se a criança entender o programa espacial, vai falar para os seus pais, tios, avós, parentes… Esperamos, dessa forma, tornar o programa espacial mais conhecido da população, sinalizar que resultados ele traz e porque o país deve continuar investindo nele. Sem contar que os estudantes podem, por meio desta iniciativa, despertar, ainda, para carreiras ligadas à ciência e a tecnologia.

A revista em quadrinhos que apresenta o Programa Espacial Brasileiro será distribuída nas escolas?
Já começamos a distribuição nas escolas e aquelas que não receberem podem entrar em contato conosco para o envio dos exemplares, por meio da Coordenação de Comunicação Social, nos telefones (61) 3411-5049/5014 ou pelo e-mail [email protected]

O que o senhor diria às crianças que sonham em ser astronauta ou em trabalhar em uma Agência Espacial?
Sejam curiosos e dediquem-se a conhecer sempre mais a área com a qual se identificam, seja ela a matemática, a física, a química, a biologia, a geografia… Essa é a essência da carreira de um pesquisador, como os astronautas. Também não se pode esquecer da paixão por aquilo que faz. Os melhores profissionais, principalmente os que chegam tão longe quanto os astronautas, só alcançam tais patamares devido ao brilho que trazem nos olhos.

 

Matéria publicada em 18.05.2010

COMENTÁRIOS

  • RECNups

    Exactly – Do not panic! In most situations, deleted data can recreate – even if you have cleared the trash or did not used the trash when deleting files.
    For successful recovery deleted data it is necessary execute some activities. Do not be discouraged – for this, it is not necessary to be an expert in the field of information technology, you also do not need to pay hundreds of dollars to a specialist professional for restoration of your information.
    how to recover data from hard disk

    Publicado em 27 de junho de 2018 Responder

  • Anna Elise

    Quantos astronautas brasileiros já foram à lua?

    Publicado em 1 de setembro de 2018 Responder

Responder Cancelar resposta

Cathia Abreu

Adoro aprender coisas novas. Tenho a sorte de trabalhar me divertindo e fazendo descobertas todos os dias.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat