Nas asas da tecnologia

É um pássaro? É um avião? Não! É um robô inspirado numa borboleta! Ele pode ajudar no resgate de pessoas presas em escombros – por exemplo, captando imagens de lugares aonde bombeiros e outros profissionais não conseguem chegar. E, para que essa avançada tecnologia funcione, os cientistas contam com a ajuda de uma classe da natureza que todo mundo conhece: os insetos.

Borboleta

As borboletas estão servindo de inspiração para bolar robôs que atuarão no resgate de pessoas presas em escombros (Foto: Tiras Lin)

Ao observar as asas da borboleta, pesquisadores da Universidade de John Hopkins, nos Estados Unidos, tentam descobrir como elas conseguem passear com tanta agilidade pelos jardins. A ideia é fazer com que robôs do tamanho de um inseto imitem os movimentos da borboleta, tornando-se capazes de voar com leveza e rapidez.

“O estudo desses insetos pode explicar como funcionam as complicadas manobras que praticam durante o voo”, conta Tiras Lin, estudante de engenharia que participa do projeto. No entanto, apenas conhecer a anatomia dessas asas coloridas não é suficiente para ter sucesso na construção dos robôs.

Pesquisadores filmam o voo das borboletas

Para conhecer cada etapa do voo, os cientistas contaram com a ajuda de câmeras superrápidas (Foto: Tiras Lin)

Na tentativa de entender cada etapa do voo, os pesquisadores usaram uma câmera capaz de tirar três mil fotos por segundo – muito mais que uma máquina normal, que produz até 60 fotos no mesmo intervalo de tempo. “A borboleta bate as asas cerca de 20 vezes por segundo, então é impossível perceber todos os movimentos usando apenas os nossos olhos”, explica o futuro engenheiro.

Se você ficou curioso para saber como isso funciona, veja o vídeo abaixo e observe todos os detalhes desse gracioso voo:

(Vídeo cedido por Tiras Lin)

Na mesma linha, a equipe de cientistas vai agora estudar como as moscas conseguem pousar de cabeça para baixo no teto das casas e outras superfícies. Parece que, para construir robôs, o jeito é deixar a imaginação voar!

Matéria publicada em 05.03.2012

COMENTÁRIOS

  • Ana Julia

    Adorei 👏 ,e achei interessante

    Publicado em 15 de setembro de 2020 Responder

Responder Cancelar resposta

Mariana Rocha

Cresci gostando de fazer descobertas para escrever sobre elas. Na CHC consigo ser curiosa e escritora, tudo ao mesmo tempo!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat