Manguezal em risco

Você já viu um manguezal? Encontrado em regiões costeiras tropicais do Brasil e do mundo, esse ecossistema abriga diversas espécies e, infelizmente, sua existência está ameaçada por conta das mudanças climáticas. Para conhecê-lo melhor e tentar preservá-lo, uma equipe de pesquisadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) estuda, desde 1994, o manguezal de Guaratiba, que fica a 70 quilômetros do centro da capital carioca.

Esse é um trecho do manguezal lá de Guaratiba, no Rio de Janeiro. O Brasil é o segundo país do mundo com maior extensão de manguezais, ficando atrás apenas da Indonésia. (foto: Acervo Núcleo de Estudos em Manguezais – Uerj)

Esse é um trecho do manguezal lá de Guaratiba, no Rio de Janeiro. O Brasil é o segundo país do mundo com maior extensão de manguezais, ficando atrás apenas da Indonésia. (foto: Acervo Núcleo de Estudos em Manguezais – Uerj)

Desde então, os pesquisadores descobriram que o manguezal vem sofrendo bruscamente com os impactos da inconstância climática, que ora traz épocas de muita chuva, ora traz longos períodos de seca. Durante os períodos úmidos, a vegetação do mangue tende a crescer, mas, nas épocas de seca, acontece o contrário e o mangue acaba se retraindo.

O problema é que, apesar de a maioria dos manguezais ficar na beira da água, também existem aqueles que não ficam nas margens de mares ou rios e sofrem menos inundação pelas marés. Nesse caso, em tempos de seca, a situação é ainda mais grave, pois eles dependem totalmente da água da chuva e, se ela não vem durante um longo período, o mangue pode até morrer.

Fig1

Por ficar entre os ambientes terrestre e marinho, o manguezal é considerado um sistema de transição. (foto: Acervo Núcleo de Estudos em Manguezais – Uerj)

Outro fator que preocupa os pesquisadores é o aumento do nível do mar. Considerado um ecossistema de transição, o manguezal fica localizado na divisão entre o ambiente terrestre e marinho e, caso o nível do mar aumente muito, a vegetação pode sufocar e ser obrigada a migrar continente adentro.

“O manguezal precisa ir se adaptando conforme a subida do nível das águas”, diz o oceanógrafo Mário Soares, que coordena o Núcleo de Estudos em Manguezais (Nema) da Uerj. “O manguezal de Guaratiba, por exemplo, já se expandiu cerca de 100 metros terra adentro desde 1998.”

O grande problema é que nem todos os manguezais têm para onde fugir. Alguns ficam perto de regiões urbanas, enquanto outros acabam invadindo a área de outros ecossistemas. Como o cenário não é muito otimista, a tendência é que os manguezais tenham que se deslocar terra adentro cada vez mais para sobreviver.

Em busca da conservação

Mário adiciona que, para evitar a perda de manguezais e permitir que eles migrem e se adaptem à subida do nível do mar, o Nema propõe diversas medidas. Entre elas está a criação e ampliação de unidades de conservação que englobem as áreas futuramente ocupadas pelos manguezais. Tal medida é muito importante, já que, além de abrigar diversas espécies, os manguezais são essenciais para evitar o efeito estufa.

Segundo o oceanógrafo, os manguezais absorvem grande quantidade de carbono, evitando que o elemento fique solto na atmosfera, o que agravaria o aquecimento global. “O potencial de absorção de carbono do manguezal é comparável ao de florestas tropicais terrestres, como até mesmo a floresta amazônica”, explica Mário. Mais um motivo para preservá-lo, não é mesmo?

Matéria publicada em 19.08.2014

COMENTÁRIOS

  • Luciana Alves

    Gostei muito dessa matéria! Nem tinha noção de tudo isso.

    Publicado em 16 de novembro de 2020 Responder

    • Ana Vitória

      Muito boa cada explicação!

      Publicado em 28 de agosto de 2021 Responder

  • Júlia Portelinha Rodrigues

    Achei muito interessante e divertido de saber e o que eu achei mais curioso foi que os manguezais costuma habitar nas margens de lagoas e rios.

    Publicado em 23 de agosto de 2021 Responder

  • Maria Fernanda dos Santos Felgas

    Oi, eu gostei muito do texto. Ja sabia dos manguezais, mas não de tudo isso!

    Publicado em 23 de agosto de 2021 Responder

  • Maria eduarda porto serpa

    Eu gostei bastante desse texto e achei muito interessante sobre os manguezais

    Publicado em 24 de agosto de 2021 Responder

  • Nicolly maria

    gostei muito de saber mas sobre os manguezais,

    o texto está perfeito e interessante.

    Publicado em 24 de agosto de 2021 Responder

  • Victória Benevenute t

    Tema importante que deve ser observado . A natureza e a humanidade agradece ! Gostei da reportagem e do trabalho que estão fazendo pra ajudar a cuidar desses manguezais. Precisamos saber mais sobre esses temas!

    Victória Benevenute/ 403

    Publicado em 25 de agosto de 2021 Responder

  • Agatha Torres Barcellos

    Oi eu amei o texto achei muito interessante!!

    Publicado em 25 de agosto de 2021 Responder

  • Agatha Torres Barcellos

    Oi tia eu achei muito interessante o texto!!

    Publicado em 25 de agosto de 2021 Responder

  • Guilherme luiz 408

    Gostei bastante! Boa sorte Mario tomarem que vocês consigam fazer que o manguezal não seixa extinto!

    Publicado em 26 de agosto de 2021 Responder

  • Guilherme luiz 408

    Gostei bastante! Boa sorte Mario tomarem que vocês consigam fazer que o manguezal não seixa extinto! 😀

    Publicado em 26 de agosto de 2021 Responder

  • luiz guilherme

    o_o

    Publicado em 26 de agosto de 2021 Responder

  • aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    que

    Publicado em 26 de agosto de 2021 Responder

  • ISABELLE

    ISABELLE MARIA -T 405

    AME E EU JÁ VI UM MAGEZAL E SE ELE ACABAR AONDE OS ANIMAS QUE HABITÃO NELE VÃO MORAR ?

    Publicado em 26 de agosto de 2021 Responder

  • Maria Luísa Mascarenhas Madeira de lei

    Amei a historia,tomara que o Mário consiga salvar o Manguezal e que ele não seja êxito.

    Publicado em 26 de agosto de 2021 Responder

  • Giovanni Tales França

    Eu gostei de saber que o manguezal elimina o gás carbônico e e ele é essenciais para evitar o efeito estufa..

    Publicado em 26 de agosto de 2021 Responder

  • Manoella Drumond Esteves Turma 305

    Achei muito legal e gostaria de ir em um manguezal.

    Publicado em 26 de agosto de 2021 Responder

  • Carlos Eduardo Ribeiro Lacerda 403

    Gostei muito de saber sobre o manguezal , gostaria de aprender mais .

    Publicado em 27 de agosto de 2021 Responder

  • Caio Miguel Teixeira da Silva turma 406

    Gostei muito e quero aprender mais sobre os Manguezais.

    Publicado em 27 de agosto de 2021 Responder

  • PABLO

    adorei

    Publicado em 27 de agosto de 2021 Responder

  • zion araujo

    eu tambem nao tinha ideia de como muda a mudansa climatica zion 308

    Publicado em 27 de agosto de 2021 Responder

  • kaick valle lopes. turma: 408.

    Eu gostei muito, e achei interessante a notícia sobre o MANGUEZAL.

    Publicado em 27 de agosto de 2021 Responder

  • maria fernanda frony de souza t:406

    eu gostei, achei muito interessante não tinha ideia dessas oisas, super legal!!

    Publicado em 27 de agosto de 2021 Responder

  • Victor Junior 404

    Eu achei interessante essa matéria por que tem muita coisa que eu ainda não sei, gostei de ler.

    Publicado em 27 de agosto de 2021 Responder

  • arthur 404

    achei muito grande o texto mas achei muito interessante falar de manguezal eu vi um quando era menor

    Publicado em 29 de agosto de 2021 Responder

  • CAIO LEONARDO RODRIGUES SANTOS Turma 403

    Achei muito legal. E aprendi sobre como os manguezais absorve o carbono e ajuda na regulação da temperatura global.

    Publicado em 29 de agosto de 2021 Responder

  • CAIO LEONARDO RODRIGUES SANTOS Turma 403

    Achei muito interessante. E aprendi sobre como os manguezais absorve o carbono e ajuda na regulação da temperatura global.

    Publicado em 29 de agosto de 2021 Responder

  • LAURA GAMARIA

    muito curioso. não sabia dessas coisas

    Publicado em 1 de setembro de 2021 Responder

Envie um comentário

Gabriel Toscano

Gosto de ouvir música, ver filmes, ler livros, viajar e conhecer pessoas diferentes. Estou sempre procurando aprender coisas novas!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat