Declaração dos Direitos da Água

A declaração abaixo, escrita na mesma data em que foi criado o Dia Mundial da Água, em 22 de março de 1992, lembra a todos como esse recurso natural é importante para a existência da vida na Terra.

1 – A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.

2 – A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura.

3 – Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

4 – O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.

5 – A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como a obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.

6 – A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.

7 – A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.

8 – A utilização da água implica em respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.

9 – A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

10 – O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

Matéria publicada em 10.06.2010

COMENTÁRIOS

  • Eduarda Cardoso Dias

    A Declaração Universal dos Direitos da Água foi redigida pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 22 de março de 1992, com o objetivo de gerar debate e reflexões sobre a escassez de água em vários lugares do planeta.d

    Publicado em 26 de junho de 2020 Responder

  • mauro

    bom eu entendi q nos de maneira nenhuma não conseguimos viver sem a agua em nossas vidas , nos temos q preservar a agua para nosso planeta viver em paz e saúde.

    Publicado em 15 de julho de 2020 Responder

  • matheushenrique

    eu gosto muito de beber agua ai a gente tem que tomar cuidado pra nao acabar no mundo todo

    Publicado em 5 de outubro de 2020 Responder

    • tekomide4

      matheus vc sabe que so 1 ser humano n vai acabar com mais de 500 milhoes de litros de agua vai demorar mt pra acabar a agua no planeta

      Publicado em 4 de novembro de 2020 Responder

  • Cris

    Esse livro tem autor

    Publicado em 23 de fevereiro de 2021 Responder

    • cleyvianne

      pricpal autor
      do texto

      Publicado em 24 de fevereiro de 2021 Responder

  • Giovanna

    bom…eu bebi agua 👁️👄👁️✋

    Publicado em 22 de março de 2021 Responder

  • Guilherme

    Temos que preservar a água 💧 não deixar torneira aberta por muito tempo.

    Publicado em 26 de março de 2021 Responder

Envie um comentário

Redação

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat