Congelamento curioso

Pense no seguinte experimento: você pega um copo com água quente, outro com água fria. Coloca os dois no congelador. Em qual dos recipientes a água vai virar gelo mais depressa? Aposto que você respondeu que a água fria congela mais rápido – o curioso é que a resposta certa nem sempre é essa!

Você sabia que a água quente pode congelar mais rápido do que a água fria? O “efeito Mpemba” é um grande mistério para a ciência (Foto: Jerry Wong / Flickr / <a href=http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/deed.pt>CC BY-NC-ND 2.0</a>

Você sabia que a água quente pode congelar mais rápido do que a água fria? O “efeito Mpemba” é um grande mistério para a ciência (Foto: Jerry Wong / Flickr / CC BY-NC-ND 2.0

A lógica nos faz pensar que, quanto mais quente a água estiver, mais vai demorar a congelar. Mas isso não é uma verdade absoluta. A água quente pode congelar mais rápido do que a água na temperatura ambiente. Parece estranho, e é mesmo! Até hoje, nenhuma pesquisa conseguiu explicar direito porque isso acontece.

O fenômeno é chamado de “efeito Mpemba” e tem esse nome porque foi descoberto por Erasto Mpemba, um tanzaniano que fez suas primeiras observações científicas sobre congelamento da água quando tinha apenas 13 anos. Em 1969, aos 19, ele publicou um estudo sobre o assunto em parceria com Denis G. Osborne, pesquisador da Universidade de Dar Es Salaam, na Tanzânia.

Alguns documentos indicam que Aristóteles foi o primeiro a observar esse estranho fenômeno, mais de 2300 anos atrás (Imagem: Wikimedia Commons)

Alguns documentos indicam que Aristóteles foi o primeiro a observar esse estranho fenômeno, mais de 2300 anos atrás (Imagem: Wikimedia Commons)

Você deve saber que a água pode ser encontrada na natureza em três estados físicos: líquido, gasoso e sólido. Se estivermos ao nível do mar, quando a água em forma líquida é aquecida a 100 graus Celsius, ela vira gás. Quando resfriada a zero grau Celsius, vira gelo.

Na experiência que descreve o “efeito Mpemba”, o líquido em temperatura ambiente chega antes à temperatura de solidificação (ou seja, zero grau Celsius), mas não congela imediatamente. Já o líquido mais quente vira gelo assim que atinge a mesma temperatura.

Inúmeras teorias já tentaram explicar por que isso acontece, mas nenhuma conseguiu. O assunto é tão intrigante que, no aniversário de 50 anos das primeiras observações de Mpemba, houve um concurso patrocinado pela Sociedade Real de Química da Grã-Bretanha. Mais de 20 mil artigos científicos foram inscritos e avaliados, e nenhum deles conseguiu explicar totalmente o fenômeno.

Recentemente, um novo estudo feito pela Universidade Tecnológica de Nanyang, em Cingapura, alegou ter resolvido o mistério. Entretanto, para o engenheiro químico Renato Dutra Pereira Filho, da Universidade Federal do Rio Grande, ainda não foi dessa vez que encontraram a solução. “O artigo tem seu mérito, mas ainda precisamos trabalhar mais para criar uma boa teoria”, opina.

Como foi que um fenômeno tão simples gerou tanta confusão entre os cientistas?

Teste em casa
Você pode observar o “efeito Mpemba” na sua casa! Basta pegar dois copos, encher um com água em temperatura ambiente e outro com água quente (peça a ajuda de um adulto para esquentá-la – não precisa ferver). Coloque os dois copos no congelador e, após uma ou duas horas, veja o que acontece!

Matéria publicada em 30.01.2014

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Gostei dessa experiência, parece ser bem divertida!

    Publicado em 9 de setembro de 2018 Responder

  • Sofhia Antunes

    Achei intregante descorbertas inesperadas todos meus parentes ficaram entrigados

    Publicado em 5 de julho de 2020 Responder

    • Sergio

      poucos cometarios Sofhia

      Publicado em 11 de agosto de 2020 Responder

Envie um comentário

Gabriel Toscano

Gosto de ouvir música, ver filmes, ler livros, viajar e conhecer pessoas diferentes. Estou sempre procurando aprender coisas novas!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat