Caprichos de um pássaro arquiteto

Nada de flores e bombons: para conseguir uma namorada, o pássaro da espécie Ptilonorhynchus nuchalis constrói ninhos coloridos e bem elaborados. Comum na Austrália e na Nova Guiné, essa ave faz parte de um grupo formado por 18 espécies diferentes que usam galhos, ossos, conchas e objetos coloridos para a construção romântica.

Pássaro arquiteto

O pássaro arquiteto é comum na Austrália e na Nova Guiné (Foto: Tony Brown/ Flickr)

Diferente do ninho que as fêmeas fazem para guardar ovos no alto da árvore, a construção do macho é feita no chão, empilhando galhos que formam duas paredes com um espaço no meio. “Esse espaço abriga a fêmea, que observa o macho oferecer frutas, flores e objetos coloridos do lado de fora”, conta o biólogo John Endler, da Universidade de Deakin, na Austrália. Mas não basta construir o ninho: para conquistar a fêmea, esse pássaro precisa criar uma ilusão de ótica.

No vídeo abaixo, confira uma cena dessa paquera. O macho tenta conquistar a fêmea até com um pregador de roupa!

A técnica é usada no cinema para enganar a nossa visão – por exemplo, em alguns filmes, os gigantes são do tamanho de qualquer pessoa normal, mas ficam bem perto da câmera e parecem grandalhões. Já para as aves, o importante é ficar tudo do mesmo tamanho. “Os machos colocam pequenos ossos e conchas perto do ninho, enquanto os objetos maiores ficam longe da construção, fazendo a fêmea pensar que são todos do mesmo tamanho”, explica o especialista. Quanto mais perfeita é a ilusão de ótica, maiores são as chances de o namoro acontecer.

Ninho de pássaro arquiteto

Para conquistar a fêmea, o ‘Ptilonorhynchus nuchalis’ decora a entrada do ninho com conchas e ossos, além de oferecer flores e frutas muito coloridas (Foto: John Endler)

Ainda não se sabe por que isso conquista a fêmea, mas cientistas desconfiam que, quando ela vê esses objetos distribuídos de maneira uniforme, presta mais atenção nas frutas e flores oferecidas pelo macho. Além de caprichar na construção, o pássaro precisa dançar e fazer uma boa serenata. Se a fêmea entra no ninho e não gosta do espetáculo, nada feito – ela visita a construção de outro macho e torce para que ele seja um bom partido.

Matéria publicada em 01.02.2012

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Mariana Rocha

Cresci gostando de fazer descobertas para escrever sobre elas. Na CHC consigo ser curiosa e escritora, tudo ao mesmo tempo!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat