Biografia de Miguel de Cervantes

“Só para mim nasceu Dom Quixote e eu para ele: ele para
praticar ações e eu para escrevê-las. Somos um só (…)”
Miguel de Cervantes

Miguel de Cervantes Saavedra nasceu em Alcalá de Henares, na Espanha, em 29 de setembro de 1547. Passou a Infância na cidade de Valladolid e estudou em Madri e também em Sevilha que, no século 16, era uma das maiores cidades do ocidente, capital financeira, comercial e artística da Europa. Em 1571, serviu ao exército do rei espanhol Filipe II, na batalha naval de Lepanto contra o império turco. Ferido, perdeu os movimentos da mão esquerda.

Quando voltava de outra expedição, Cervantes foi capturado por piratas argelinos e vendido como escravo ao rei de Argel, Hassaou Pacha. Tentou fugir pelo menos cinco vezes. Por fim, o monge Juan Gil pagou seu resgate. De volta à Espanha, em 1587, passou por dificuldades. Sua produção literária não obtinha sucesso. Conseguiu, no entanto, ser nomeado Corsário Real. Sua missão era coletar azeite e grãos para a Armada Invencível, esquadra criada por Filipe II para conquistar a Inglaterra. Por não saber matemática, foi enganado por outros corsários e preso sob acusação de roubo em 1592.

Com a publicação do livro Dom Quixote , em 1605, Cervantes, então com 58 anos, conseguiu juntar algum dinheiro e pôde se dedicar exclusivamente à literatura. A obra fez tanto sucesso que uma pessoa, usando um nome falso de Alonso Fernández Avellaneda, publicou uma segunda parte do romance. Revoltado com a falsificação, Cervantes publicou sua própria segunda parte em 1615.

Miguel de Cervantes, morreu em Madri no dia 23 de abril de 1616. Além de seu famoso romance, ele escreveu também poemas e textos para o teatro, que não tiveram tanta repercussão quanto Dom Quixote . Sua produção teatral está resumida no volume Oito comédias e oito entremezes . O espanhol escreveu ainda Novelas exemplares , considerado um dos mais importantes volumes de contos da literatura universal.

 

Matéria publicada em 07.05.2001

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Gostei de saber mais sobre Miguel Cervantes!

    Publicado em 28 de outubro de 2018 Responder

Envie um comentário

admin

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat