Um cocô cheio de energia

Não, você não leu errado. Estamos falando de cocô mesmo. Nas fezes do urso panda, vivem bactérias que acabaram de virar alvo de pesquisa.

Cientistas da Universidade de Mississipi, nos Estados Unidos, observaram que o cocô do urso era capaz de quebrar fibras de bambu – o principal alimento da espécie – devido à presença de microrganismos similares àqueles encontrados no intestino de cupins (que ajudam a digerir a madeira).

Depois de passarem 14 meses coletando fezes de um casal de pandas do zoológico de Memphis, os pesquisadores descobriram que nelas existiam mais de 12 tipos de bactérias com poder de digestão da celulose. Agora, acreditam que esses microrganismos podem ser usados como combustível: eles gerariam energia quebrando outros compostos além do bambu. Já pensou?

Bactérias capazes de digerir o alimento preferido do urso panda foram encontradas em suas fezes (Foto: Andrew Lawson/Flickr)

 

Matéria publicada em 10.10.2011

COMENTÁRIOS

  • Saori

    Essa matéria está no livro de língua portuguesa na página 36 no sas

    Publicado em 8 de março de 2021 Responder

Envie um comentário

Padrão do site

Sou o mascote da CHC. Troquei a pré-história pelo mundo virtual para mostrar a você o lado curioso e divertido da ciência.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat