Por que suamos?

Em uma frase, podemos dizer que suamos para regular a temperatura do corpo. Um processo que ocorre mais ou menos assim: o corpo humano tem uma temperatura média de 36,5 graus Celsius. Logo, quando ele aquece além do normal, as glândulas sudoríparas – que se localizam na camada interna da pele, a derme – lançam suor sobre a camada externa da pele, a epiderme, fazendo o corpo resfriar. É por isso que, quando você sua e alguém coloca a mão no seu braço ou nas suas costas, diz que você está “geladinho”.

O suor nos ajuda a regular a temperatura do corpo. (foto: andy logan / Flickr / <a href=https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0>CC BY-NC-ND 2.0</a>)

O suor nos ajuda a regular a temperatura do corpo. (foto: andy logan / Flickr / CC BY-NC-ND 2.0)

São quase dois milhões e meio de glândulas sudoríparas espalhadas por todo o corpo. Por isso, suamos nos pés, nas mãos, na barriga, na testa, debaixo do braço… Enfim, por todos os poros! Claro que nos dias quentes suamos mais, para ajudar o corpo a dissipar o excesso de calor. E aqui cabe um aviso: o suor é formado de água e sais minerais, por isso, quando suamos muito, precisamos tomar bastante líquido e redobrar os cuidados com a alimentação, para repor o que o corpo perdeu, evitando a desidratação.

E os bichos? Será que eles suam? Suam, sim! Vejamos alguns mamíferos. Micos e macacos, por exemplo, que, como o homem, pertencem à ordem dos primatas, têm glândulas sudoríparas espalhadas por todo o corpo, igualzinho a nós. Os ungulados, que são todos os mamíferos com casco – o que inclui os cavalos, as antas, os rinocerontes, os porcos, os camelos e os bois, entre outros –, também têm essas glândulas amplamente distribuídas pelo corpo. Enquanto isso, em muitos roedores e carnívoros, as glândulas que secretam suor localizam-se, apenas, nos pés ou na barriga. E nos cetáceos – entre os quais estão as baleias, os botos e os golfinhos – as glândulas sudoríparas não existem.

Para esses mamíferos, que passam a vida inteira na água, a temperatura do corpo é mantida estável pela grossa camada de gordura que têm sob a pele. Uma baleia pode ter uma camada de gordura variando de 15 a 30 centímetros de espessura, o que lhe permite nadar nas águas geladas dos polos Norte e Sul. Quando sentem calor, as baleias precisam reduzir a atividade física, repousando calmamente na superfície da água para o corpo resfriar.

Os animais que possuem glândulas sudoríparas, como nós, quando sentem calor, não precisam de repouso para fazer a temperatura do corpo voltar ao normal. Apenas suamos! Mas, como vimos, precisamos nos cuidar para não desidratar.

(Esta é uma reedição do texto publicado na CHC 117.)

Matéria publicada em 26.01.2015

COMENTÁRIOS

  • Elias damasio

    O aprofundamento neste tema é realmente fascinante. Os esclarecimentos e as medidas de desenvolvimento do tema nos faz mais apaixonados.

    Publicado em 18 de junho de 2018 Responder

  • Ana luiza zumpano dos santos

    Ola chc sou a ana luiza e gostaria de saber como posso decorar a tabuada de um jeito divertido.
    Beijos.

    Publicado em 25 de março de 2021 Responder

  • Vinicius Gomes sobrinho

    Muito legal gostei

    Publicado em 15 de abril de 2021 Responder

  • Luisa

    🙂

    Publicado em 9 de junho de 2022 Responder

Envie um comentário

Salvatore Siciliano

Sou zoólogo e minha especialidade são os mamíferos aquáticos, como baleias e golfinhos. Adoro viajar pelo Brasil descobrindo detalhes interessantes sobre nossos bichos e nossa cultura!

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat