Imperatriz no museu

Quando pensamos em uma princesa, logo imaginamos uma mulher frágil que vive tranquilamente em seu palácio. Mas saiba que a princesa Leopoldina, primeira imperatriz do Brasil, estava bem longe desse perfil. Ela foi uma das principais figuras históricas durante a independência do país e é para contar essa história que o Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro, apresenta uma exposição muito bacana.

Leopoldina nasceu na Áustria e veio para o Brasil ser a nossa primeira imperatriz. (foto: Lucas Lucariny)

Leopoldina nasceu na Áustria e veio para o Brasil ser a nossa primeira imperatriz. (foto: Lucas Lucariny)

Apesar de ser uma princesa, Leopoldina teve uma trajetória diferente dos tradicionais contos de fadas. Além de ter de deixar seu país, a Áustria, para vir morar no Brasil com seu marido, Dom Pedro I, ela ainda precisava lidar com as traições do imperador, o que a deixava bastante triste.

Mesmo assim, a imperatriz aprendeu a gostar do Brasil e se apaixonou pelas belezas naturais daqui. A princesa adorava cavalgar e observar os animais brasileiros, mandando seus favoritos para a família na Áustria. Algumas dessas espécies podem ser vistas representadas na exposição, como tigres, cobras, pássaros e borboletas.

Leopoldina também participava da política do país. Quando o Brasil se separou de Portugal, ela escreveu uma carta para o seu pai, Francisco II, um homem poderoso na Europa, pedindo que reconhecesse a independência do nosso país. “Ela tranquilizou o pai, mostrando que haveria um monarca sob controle absoluto do país (Dom Pedro I). Isso foi fundamental para o reconhecimento da independência brasileira na Europa”, conta a historiadora Andrea Slemian da Universidade Federal de São Paulo.

As cartas que Leopoldina trocava com sua família nos dá detalhes sobre o que acontecia na época e também podem ser vistas na exposição. Quer saber mais? Então não deixe de ir ao museu e confira no vídeo abaixo um pouco do que está rolando por lá.

Matéria publicada em 24.11.2014

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Padrão do site

Sou o mascote da CHC. Troquei a pré-história pelo mundo virtual para mostrar a você o lado curioso e divertido da ciência.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat