Bolota, a jabuticaba

Bolota era uma jabuticaba, doce como mel, que vivia solitária no topo da jabuticabeira. Lá do alto, ela admirava tudo, principalmente a bela Zezé. Ela gostava de observá-la porque todos diziam que os olhos da moça eram negros e bem redondinhos, assim como uma jabuticaba. E Bolota ficava toda boba!

Além dos lindos olhos, Zezé tinha uma característica que Bolota não entendia muito bem: uma barriga redondinha, que ia crescendo, crescendo… Quem explicou a razão do barrigão foi o bem-te-vi, um sábio entre as aves.

Ele contou à Bolota que a moça tinha uma semente na barriga, parecida com um caroço de jabuticaba, que crescia e um dia ia germinar. Mas não era uma semente qualquer: era semente de gente!

Bolota não se contentou com a explicação do bem-te-vi e continuou com a pulga atrás da orelha, até que, um dia, um vento forte bateu e jogou a frutinha no chão. Veio a chuva, o sol bateu, passou o tempo e… Adivinha só o que aconteceu com Bolota?

capa10/02/2014.indd

Bolota – uma certa jabuticaba muito esperta
Texto e ilustrações de Iray Galrão
Editora Escriturinha

Matéria publicada em 18.06.2014

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Diná

Sou uma dinossaura antenada, criativa e apaixonada por música, livros e cinema. Tem gente espalhando por aí que sou apaixonada também pelo Rex, mas alto lá! Ele é o meu melhor amigo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat