Azar em forma de galo

Distraído, desastrado, sem jeito: assim é Niquei Galino Pena, o “azar em forma de galo”, como ele gosta de dizer. Ao se aproximar o ritual do Primeiro Canto, em que deveria impressionar a todos com seu cocoricó, o coitado ficou nervoso. Com todo seu histórico, algo tinha que dar errado!

Ele treinava todos os dias, sob a pressão do pai, com muita dedicação. Mas, às vésperas do grande dia… Sumiu! O canto desapareceu. De sua garganta já não saía nada. E agora?

Quando viu que estava em apuros, Niquei foi pedir ajuda ao amigo Pankekas. Mas sua mãe, sempre atenta às necessidades do filho, já tinha sacado que havia algo errado. A galinha correu atrás da própria solução e acabou descobrindo que, para resgatar seu canto, o filho precisaria fazer um perigoso passeio no Bosque dos Encantos.

Pankekas foi junto, claro – amigo é para essas coisas. Se eu contar o que eles passaram, vocês não acreditam! É melhor lerem para ter certeza:

eu-sou-o-galoEu sou o galo
Texto de Elysanna Louzada
Ilustrações de Mateus Rios
Paulinas

Matéria publicada em 19.01.2016

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Diná

Sou uma dinossaura antenada, criativa e apaixonada por música, livros e cinema. Tem gente espalhando por aí que sou apaixonada também pelo Rex, mas alto lá! Ele é o meu melhor amigo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Quitute natalino

Diná dá a receita de um bolo delicioso para você preparar neste Natal!