Areia da praia: de onde veio?

Fazer castelos, cavar buracos, rolar de um lado para o outro: vamos combinar, a areia é responsável por boa parte da diversão que temos na praia! Talvez o leitor João Mendes concorde, porque foi sobre esse tema a pergunta que ele nos enviou. Afinal, por que a praia tem areia?

Quem responde é o geólogo Ismar Carvalho, pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro e colunista da CHC. Ele explica: “A areia é o resultado da desagregação de rochas e minerais, que já ocorre há milhares de anos”. Ou seja, ao longo do tempo, rochas vindas das montanhas ou de outras regiões foram se fragmentando, até ficarem na forma de grãos bem finos, levados às praias pela ação das águas.

Ao longo de milhares de anos, ventos, chuvas e outros fatores ambientais fragmentam as rochas das montanhas, até que elas se tornem minúsculos grãos de areia. (foto: Cris Turek / Flickr / <a href=https://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0>CC BY-NC 2.0</a>)

Ao longo de milhares de anos, ventos, chuvas e outros fatores ambientais fragmentam as rochas das montanhas, até que elas se tornem minúsculos grãos de areia. (foto: Cris Turek / Flickr / CC BY-NC 2.0)

Chamamos de areia grãos que medem entre 64 micrômetros e dois milímetros de diâmetro, tão pequenos como a ponta de um alfinete ou a cabeça de uma formiga. Apesar de a grande maioria das praias do litoral do Brasil ser arenosa, há lugares – no Maranhão ou no Amapá, por exemplo – em que as praias são compostas de grãos de argila, que são ainda menores, com cerca de quatro micrômetros. De tão pequenos, eles só podem ser vistos ao microscópio.

De areia ou de argila, a praia que frequentamos hoje não é do mesmo jeito desde a época em que se formou, há alguns milhares de anos. “Alguns fatores, como modificações nas correntes oceânicas ou em rios, contribuem para que mudem”, conta o geólogo. Segundo ele, as atividades humanas também podem ter influência e até chegar a destruir praias inteiras.

Matéria publicada em 15.07.2015

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Padrão do site

Sou o mascote da CHC. Troquei a pré-história pelo mundo virtual para mostrar a você o lado curioso e divertido da ciência.

CONTEÚDO RELACIONADO

Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Rex apresenta… A história do carnaval!

Rex, Diná e Zíper vão passar o carnaval no Rio de Janeiro e aproveitam para contar a você muitas curiosidades sobre o passado dessa festa!

Open chat