A história das letras

Já imaginou um carteiro carregado de tabletes de barro, madeira e pedra, distribuindo essas encomendas pelas cidades? Há cerca de 5 mil anos talvez essa cena não seria tão estranha. Em vez de papel, as pessoas escreviam em pedaços de barro e outros materiais. A escrita também era bem diferente da atual, feita com desenhos. Para quem não sabia desenhar era um verdadeiro abacaxi.

A escrita foi inventada na Suméria, um país que existia onde hoje estão o Irã e o Iraque, numa região chamada Mesopotâmia, que significa “entre rios”. Os rios são o Tigre e o Eufrates. Naquela época, cerca de 5 mil anos atrás, a escrita começou a ser feita em pequenas almofadas de barro. Mais tarde, usou-se também madeira, metal e pedra para escrever. A idéia pegou e, assim, surgiram maneiras diferentes de escrever em vários pontos do mundo, de acordo com a língua falada em cada região.

No começo, a escrita era feita com o desenho das coisas. Por exemplo: se a palavra era “casa”, fazia-se o desenho de uma casa. Mas logo vieram as dificuldades. Como escrever o nome de uma pessoa? Não bastava fazer o desenho de um homem ou de uma mulher! Então começaram-se a combinar os símbolos. Desse modo, para escrever algo sobre alguém chamado Coelho, bastava desenhar um homem e um coelho. Mas isso também nem sempre funcionava bem. Como a gente poderia representar alguém chamado Henrique? Para resolver esse tipo de problema, passou-se a escrever os sons das palavras e não mais as idéias. Para escrever “irmão”, desenhavam-se as pernas andando (ir) e uma mão. Um soldado era representado por um sol junto com um dado.

Ainda assim as dificuldades apareciam. Surgiu, então, uma maneira de escrever na qual eram observados os sons da fala. Se a gente espichar a fala devagar, ao dizer cavalo, por exemplo, alguns sons chamados “vogais” ficam destacados: caaa + vaaa + looo. Se a gente presta atenção nos movimentos da boca, os sons chamados “consoantes” se sobressaem: ccca + vvva + lllo. Juntando os dois tipos de sons, temos umas unidades chamadas sílabas: ca + va + lo. Assim, os símbolos da escrita passaram a ser as sílabas ou as vogais e as consoantes separadamente, conforme a língua. Esse tipo de escrita que representa separadamente as vogais e as consoantes, ou seja, cada letra, é chamado alfabeto, que se mostrou tão interessante, útil e prático que hoje em dia todas as línguas do mundo podem ser escritas com esse sistema.

Matéria publicada em 13.06.1995

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    As pessoas devem ter ficado malucas de tanto escrever as palavras de formas diferentes!Kkkkk!

    Publicado em 20 de outubro de 2018 Responder

  • André Luiz labanca Moreira

    Achei interessante descreve bem o que de fato aconteceu achei bacana. 😉😉😉😉

    Publicado em 6 de julho de 2020 Responder

  • André Luiz labanca Moreira

    Achei interessante descreve bem o que de fato aconteceu achei bacana 😉😉😉😉😉😉

    Publicado em 6 de julho de 2020 Responder

  • Fabricia

    Muito legal saber sobre essa história! Vou contar para meus alunos!

    Publicado em 6 de agosto de 2020 Responder

  • FELIPE BORGES DA SILVA

    INTERESANTE A FORMA QUE TUDO COMEÇOU , O SER HUMANO TINHA NECESSIDADE DE COMNICAR-SE E HOJE EM DIA TUDO FICOU MAIS PRATICO E DIRETO MAS USAMOS MUITO AS FIGURAS PARA SE COMUNICAR HOJE EM DIA.

    Publicado em 1 de março de 2021 Responder

  • JORGE LUCAS OLIVEIRA

    GOSTEI BEM TOCOM SONO PARA COMENTAR MAIS E VOU DORMIR

    Publicado em 9 de março de 2021 Responder

  • Carlos Henrique

    Hoje em dia estamos no paraíso, pq se fosse como antigamente seria muito difícil de aprender.

    Publicado em 20 de abril de 2021 Responder

  • Luis Felipe

    O texto e muita legal por que eu nunca imaginei que o alfabeto foi surgido assim Alem da ciência ser muito legal ela ensina muita coisa que a gente não sabe gostei muito

    Publicado em 2 de junho de 2021 Responder

  • Kayra sophi

    Olá eu mim chamo kayra tenho 11 anos e gostaria de dizer que gostei bastante da revista, conheci a pouco tempo porém já estou encantada, está matéria é muito interessante e inclusive utilizei ela pra fazer um trabalho.

    Publicado em 10 de setembro de 2021 Responder

  • Maria do Socorro Silvino

    Olá como posso adquirir a revista ciências para crianças ? O pouco que lie gostei muito .

    Publicado em 30 de novembro de 2021 Responder

  • Isadora Eloyse

    Olá Revista CHC! Achei muito interessante saber como tudo começou e como era difícil escrever os nomes das pessoas.Incrivel eu amei, e tbm fiquei surpresa ao saber que era tão difícil, mas agr com a facilidade de escreve hj em dia e muito mais fácil nos comunicarmos. Amei muito esse relato histórico. Ficaria muito feliz se vcs publicarem meu comentário.Um grande abraço.

    Publicado em 31 de maio de 2022 Responder

  • Yalin Chen

    Olá revista CHC ,achei muito interessante saber que antigamente as escritas eram feitas por desenhos.

    Publicado em 28 de junho de 2022 Responder

Responder Cancelar resposta

Luiz-Carlos-Cagliari

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat