Xô, morcegos!

A sua casa não precisa ser um castelo mal-assombrado para atrair morcegos. Os leitores da CHC que o digam! Muitos de nossos fãs nos escrevem perguntando como se livrar desses hóspedes indesejados. Por isso, resolvemos esclarecer de uma vez por todas como resolver esse problema sem fazer mal aos animais.

Bichos urbanos
As cidades, quem diria, não põem medo nos morcegos. Ao contrário: eles se adaptaram muito bem a elas, onde encontram tudo o que precisam para sobreviver. Não é à toa, portanto, que se tornou mais comum receber a visita desses bichos. A boa notícia é que dificilmente você vai ter seu pescoço mordido por um deles, pois a maioria das espécies que vive na zona urbana come apenas insetos e frutas.

Porém, isso não significa que esses mamíferos voadores sejam inofensivos, embora desempenhem um papel importante na natureza. Suas fezes secas podem conter esporos do fungo Histoplasma capsulatum, que, quando inalados, causam uma grave infecção respiratória. Também há possibilidade de eles transmitirem raiva, doença que pode ser fatal. Portanto, dividir o mesmo teto com esses animais não é uma boa ideia.

De uma casa para outra

Xô, morcego 2

O problema é que despejar um morcego não é fácil. ”Esses animais são difíceis de controlar porque quando você os tira de uma casa, eles vão para outra”, explica o veterinário Flávio Fernando Moutinho, professor da Universidade Federal Fluminense. Além disso, como são protegidos pela lei ambiental, exigem cuidados especiais.

Assim sendo, o ideal é entrar em contato com o setor de zoonoses da prefeitura local, que é o órgão responsável por controlar as doenças transmitidas por animais. “Os profissionais desse setor conhecem diversas técnicas para lidar com os morcegos e podem dar a orientação ideal”, conta Flávio. “Uma delas é acompanhar os morcegos por alguns dias para descobrir quantos habitam a casa, aguardar que todos saiam para se alimentar e aproveitar esse momento para fechar o local onde eles estavam.”

Lar doce lar

Xô, morcego 3
(Ilustração: Mario Bag).

Os morcegos procuram lugares escuros e protegidos do vento e chuva. Por isso, é muito comum que eles morem em forros de telhado, bueiros, frestas e em copas de árvores muito frondosas. Sabendo disso, uma maneira de afastá-los é justamente esperar o momento em que eles saem para se alimentar, no final da tarde, para colocar uma luz acesa no local onde estavam. No entanto, é preciso ter muito cuidado ao mexer na casa do morcego e essa tarefa não é de criança. Mesmo os adultos devem ter bastante cuidado: recomenda-se usar luvas e máscara para evitar o contágio de doenças.

Outra dica para tentar se livrar desses mamíferos voadores é aproveitar que os odores fortes também os incomodam. “Pode-se colocar no local algum produto que exale cheiro, como desodorantes em barra e naftalina, até que eles desistam e sigam para outro lugar”, diz o veterinário Flávio.

Mas se você mora em um local com muitos morcegos, a melhor dica é prevenir-se. “Geralmente, os morcegos não saem facilmente. Então, a maneira mais eficaz de ver a sua casa livre desses animais é impedir a sua entrada”, diz Flávio. Nesse sentido, vale podar as árvores do quintal e verificar se não há algum espaço escuro em que esses bichos possam entrar. E aí? Pronto para dizer adeus aos morcegos?

Matéria publicada em 29.07.2010

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Sofia Moutinho

Curiosidade é meu lema! Desde pequena busco respostas para as perguntas mais intrigantes. Melhor que estar por dentro da ciência, só compartilhar com vocês esse conhecimento!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat