Você sabia…

Já ouviu falar nos quítons? São moluscos marinhos que apresentam oito placas calcárias na região dorsal. São primos dos polvos, das lulas e dos caracóis. O que os diferenciam desses seus parentes mais conhecidos é o fato de não terem olhos nem tentáculos. São, para muitos, bichos bem esquisitos, com características que lembram os fantásticos vampiros!

Atenção ao detalhe dos quítons encravados na pedra! (foto: Valdinei Matos)

Atenção ao detalhe dos quítons encravados na pedra! (foto: Valdinei Matos)

Sim, sabemos que vampiros não existem. Mas os quítons são reais! E sabe por que eles são comparados aos imaginários seres da noite? É que, assim como os vampiros, eles apresentam hábito noturno. Durante o dia, se escondem embaixo do solo rochoso, fixando-se com a ajuda do pé musculoso que têm.

O cardápio dos quítons não inclui sangue fresco, mas o que estiver grudado no solo. Seu alimento preferido são as microalgas, que eles raspam com a ajuda da rádula, uma língua modificada cheia de dentinhos – eis aí outra característica que rende a eles o apelido de vampiros vegetarianos dos mares.

A poluição do ambiente, como o lançamento de lixo na praia e o esgoto escoando para o mar, aumentam as chances de que animais pouco conhecidos do litoral brasileiro, como os quítons, possam ser extintos antes que se tenham melhores informações sobre eles.

Menos pela nossa curiosidade e mais pelo equilíbrio da vida em nosso planeta, nós, humanos, precisamos rever os nossos hábitos. Afinal, esse espaço não é mais nosso do que de outras espécies. Não é mesmo.

Matéria publicada em 08.08.2016

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Mariana Tupiniquim

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?