Tempo para descobrir

(Foto: Leo Reynolds / Flickr / CC BY-NC-SA 2.0

Você sabia que, se um cientista quisesse simular o ambiente que permitiu o surgimento da vida em nosso planeta, ele ficaria 10 mil anos dentro do laboratório? Pode parecer muito, mas algumas pesquisas demorariam ainda mais! O tempo da vida humana não dá conta do recado…

Pensando nisso, um estudo da revista Scientific American (veja aqui, em inglês) resolveu perguntar a cientistas de diversas áreas o que eles gostariam de pesquisar se pudessem viver para sempre. A CHC gostou da ideia e foi atrás de pesquisadores brasileiros para saber a opinião deles.

A primeira resposta veio da neurocientista Carmem Gottffried, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ela contou que gostaria de passar muito tempo estudando a memória humana para descobrir um jeito de recuperar as lembranças de quem já morreu. Imagina como seria interessante?

Carmem também contou que, hoje em dia, é impossível ter acesso às informações que ficam guardadas no cérebro de pessoas mortas. Apesar disso, a pesquisadora acredita que, no futuro, poderemos voltar no tempo e saber o que se passava na cabeça de personalidades e pessoas comuns. “O que eu queria mesmo era saber o que se passava na cabeça do meu avô Pedro”, revela.

Outro cientista que bateu um papo com a CHC foi o Diógenes de Almeida Campos, paleontólogo da Academia Brasileira de Ciências. “Eu gostaria de identificar e estudar todos os fósseis coletados no Brasil e contar a história da vida em nosso país”, diz. Segundo Diógenes, contar a história de um país desde a era dos dinossauros requer o esforço de muitos pesquisadores, que passam as informações de uma geração para outra ao longo de muito tempo.

Já Marco Moriconi, físico da Universidade Federal Fluminense, gostaria de ter todo o tempo do mundo para saber como será o futuro do universo. “Eu queria viver para sempre para saber o que vai acontecer com o universo daqui a um bilhão de anos e como será o nosso sistema solar nessa época”, conta.

Além de dar sua opinião, Marco explicou que estudos que demorariam um século para serem concluídos podem terminar em apenas dez anos se vários cientistas trabalharem juntos. E você? O que gostaria de descobrir se vivesse para sempre?

Matéria publicada em 01.10.2012

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Mariana Rocha

Cresci gostando de fazer descobertas para escrever sobre elas. Na CHC consigo ser curiosa e escritora, tudo ao mesmo tempo!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat