Tem ciência no jardim

Ótimo lugar para passear, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro é também local de pesquisa

Quem mora na cidade maravilhosa deve saber que um passeio pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro é muito divertido. Mas, além de agradável para o lazer, é também um ótimo lugar para fazer pesquisas, desde a época do império!

Quando foi criado, em 1808, o jardim tinha como objetivo realizar experiências de aclimatação, ou seja, tentar plantar vegetais de outras regiões e adaptá-los ao clima carioca. Durante muito tempo, o local ficou fechado somente para pesquisas e visitas da família real e convidados. Finalmente, em 1822, o Jardim Botânico foi aberto à visitação pública e passou a ser um dos lugares preferidos dos cariocas.

Porém, mesmo tendo se tornado um local de lazer, o Jardim Botânico continua sendo um lugar de ciência. “Além de pesquisas para conhecer melhor a flora nacional, a instituição realiza estudos voltados à conservação da biodiversidade e à preservação do meio ambiente, sem falar dos programas e atividades de educação ambiental”, conta a historiadora Ingrid Casazza.

Foram muitos os trabalhos realizados no Jardim Botânico desde o século 19 até hoje, e foram muitos também os resultados interessantes. Por exemplo, algumas pesquisas redescobriram espécies de plantas que já haviam sido consideradas extintas, enquanto outros projetos têm como objetivo a preservação de espécies raras.

Da próxima vez que for ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro, lembre-se: lá se faz ciência! E, se for visitar um jardim em outra cidade, procure se informar sobre pesquisas realizadas no local.

Matéria publicada em 11.10.2011

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Nunca fui no jardim botânico,porém, quero muito ir!

    Publicado em 28 de julho de 2018 Responder

Envie um comentário

Fernanda Turino

Sempre fui muito curiosa, adorava brincadeiras ao ar livre e acampar (fui até escoteira!). Cresci lendo a CHC e hoje trabalho aqui.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat