O nome das estrelas

Quem nunca parou para admirar as estrelas? As três marias… As quatro irmãs do Cruzeiro do Sul, com a intrometida… Bem, esses são apenas apelidos. Cada uma dessas estrelas tem um nome próprio – as três marias, por exemplo, se chamam Mintaka, Alnilan e Alnitaka.

A maioria das estrelas tem nomes formados por letras e números (Foto: Sofia Moutinho)

A maioria das estrelas tem nomes formados por letras e números (Foto: Sofia Moutinho)

Esses e outros nomes foram dados há muitos séculos por antigos astrônomos árabes e continuam sendo usados até hoje. Muitas estrelas foram batizadas também pelos gregos, que nomearam a maioria das constelações, como a própria Órion, da qual as três marias fazem parte.

Agora, se pensarmos em quantas estrelas existem – tente contar e verá que vai perder a conta! –, só podemos concluir que é muito, muito difícil dar nome a todas elas. Por isso, os cientistas da atualidade encontraram uma forma mais prática de identificar esses corpos celestes: uma combinação de letras e números.

Uma estrela recentemente descoberta por astrônomos brasileiros ganhou o nome de HIP 102152. A escolha não é aleatória. As letras e números correspondem aos catálogos onde os astrônomos anotam a descoberta das estrelas e informações sobre elas. HIP 102152, por exemplo, significa que essa é a 102152ª estrela do catálogo chamado Hipparcos.

Pode ser feio e complicado de pronunciar, mas nomes assim facilitam a vida dos cientistas. Os catálogos funcionam com uma lista de consulta e, ordenadas por números, fica mais fácil para os astrônomos conseguir achar na lista a estrela que desejam estudar.

“O mesmo acontece com humanos: encontrar o João da Silva no Brasil só pelo seu nome é quase impossível, mas se você tiver o CPF, pode encontrá-lo mesmo sem saber seu nome”, explica o astrônomo Johannes Andersen, da Universidade de Copenhagen.

Apesar desses padrões da ciência, nada impede que nomes informais sejam atribuídos às estrelas. Volta e meia pesquisadores e instituições fazem concursos para nomear os astros – agora mesmo, a Universidade de São Paulo (USP) procura um novo apelido para a HIP 102152. Eu já dei meu palpite!

Matéria publicada em 07.10.2013

COMENTÁRIOS

  • Anna Elise

    Quantas estrelas vocês já encontraram no total?

    Publicado em 6 de outubro de 2018 Responder

  • felipe

    NÃO SEI ,MAS ACHO QUE FOI MAS DE 2000

    Publicado em 31 de março de 2021 Responder

Envie um comentário

Sofia Moutinho

Curiosidade é meu lema! Desde pequena busco respostas para as perguntas mais intrigantes. Melhor que estar por dentro da ciência, só compartilhar com vocês esse conhecimento!

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat