O cheiro da madeira

Como você sabe, as florestas brasileiras guardam muitas riquezas, e uma das maiores é a madeira, usada para construir casas, móveis, brinquedos e muitas outras coisas. Em cada mata, existem diversos tipos de madeira, alguns bem parecidos aos outros. Para distingui-los, cientistas criaram um aparelho curioso: o nariz eletrônico.

Assim como você consegue, com uma fungada, diferenciar a canja de galinha da sopa de beterraba, o nariz eletrônico é capaz de identificar rapidamente o tipo de madeira analisado.

O aparelho foi inventado por cientistas da Universidade de São Paulo, após perceberem que, em todo o Brasil, madeireiros espertalhões mentem para os agentes ou policiais da fiscalização ambiental – cortam árvores de mogno (Swietenia macrophylla), por exemplo, e dizem que é cedro (Cedrela fissilis).

Quatro tipos de madeira

Cedro (1) e mogno (2), assim como canela-preta (3) e imbuia (4), são pares de madeiras que podem ser facilmente confundidos nos procedimentos de fiscalização ambiental (Fotos: Juliana Cordeiro)

Como essas duas madeiras são bem parecidas, os fiscais não conseguem dizer se os madeireiros estão mesmo falando a verdade. Muitas vezes, eles extraem o mogno – que é raro e caro – e misturam as toras em caminhões que transportam cedro – abundante e bem mais barato.

Já com o nariz eletrônico, fica mais difícil enganar a fiscalização! O aparelho tem o tamanho de uma caixa de sapato, e, em poucos segundos, é capaz de “cheirar” as madeiras e dizer o nome delas.

Assim, os policiais e agentes que protegem as nossas florestas têm mais uma ferramenta para impedir que pessoas mal-intencionadas comercializem árvores que não deveriam. O mogno, por exemplo, já está em extinção!

Tomara que o novo nariz eletrônico ajude essa árvore tão bonita, de madeira avermelhada, a se recuperar e continuar fazendo parte de nossa mata nativa.

Matéria publicada em 30.04.2012

COMENTÁRIOS

  • Mágico Xavier

    Olá!

    Eu sou o Mágico Xavier! Por favor leia o texto até o fim, pois não sou um mágico qualquer. Faço mágicas com um objetivo muito maior que entreter as pessoas, na verdade eu utilizo os meus truques em palestras para empresas, afim de torná-las mais atrativas e interessantes. Isso mesmo! Posso tornar suas palestras empresariais muito melhores e eficazes!

    As Mágicas realizadas são ferramentas de transmissão e fixação de conteúdo, além de manter a atenção, sensibilizando, despertando e motivando os espectadores em ter uma conduta melhor dentro e fora do ambiente de trabalho.

    São números com cordas, lenços, flores, fogo, líquidos, garrafas e muito mais, tudo com muita segurança, participação do público e uma bela pitada de humor.
    Você deve estar pensando: e o conteúdo da palestra? Bem, ele será formulado juntamente com a comissão organizadora. Os temas serão trabalhados de forma objetiva e todas as mágicas terão relação com o que for abordado. Texto elaborado dentro das Políticas e Valores da Empresa contratada, bem como de acordo com o briefing do Evento.

    Para não ter dúvidas sobre a qualidade do meu trabalho, acesse o meu site http://www.magicoxavier.com.br e dê uma olhada no que já realizei em todo Brasil.

    Agora que você me conhece melhor, vou te apresentar uma proposta irrecusável! Podemos fazer uma parceria de sucesso! É só enviar um e-mail para [email protected] manifestando o seu interesse ou enviando suas dúvidas.

    Fico no aguardo.

    Abraço!

    Publicado em 28 de junho de 2018 Responder

Responder Cancelar resposta

Henrique-Kugler

Adoro viajar e fotografar. Conhecer músicas de diferentes lugares do mundo é meu passatempo favorito. Ah, e adoro comer chocolate e tomar chimarrão – uma espécie de chá de erva-mate, planta típica do sul do Brasil.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat