Não basta ser grande!

Como se não bastasse ser grande e bonito, o bico do tucano-toco ainda desempenha importantes funções, como ajustar a temperatura do corpo da ave (fotos: Thiago Filadelpho).

Quando você vê um tucano, deve ficar impressionado com o tamanho do bico do animal. Não é para menos. Afinal, ele representa quase a metade do corpo da ave. Intrigados com suas dimensões, cientistas já o estudaram e concluíram que ele é usado para descascar frutas e atrair parceiros. Porém, três pesquisadores descobriram agora uma nova função para ele: ajustar a temperatura do corpo da ave, de forma que ela não fique muito alta ou baixa.

Ao estudar o tucano-toco (Ramphastos toco), a maior entre as várias espécies de tucano que existem, dois cientistas brasileiros e um estrangeiro perceberam que esse animal usa o bico para trocar calor com o ambiente. Algo que o elefante também faz com as suas orelhas e o pato, com o seu bico.

À esquerda, filhotes de tucano-toco com apenas uma semana de vida. À direita, aves com quatro semanas de idade. O mecanismo de ajustar a temperatura pelo bico não é muito eficiente quando esses animais são jovens

Superbico em ação

As aves foram monitoradas com câmeras que conseguem obter imagens da temperatura da superfície do corpo do animal. Na parte das costas, coberta de penas, a temperatura variou bem pouco de acordo com a temperatura do ambiente e na área próxima ao olho, ela ficou constante. Entretanto, mudou bastante na região do bico.

Os cientistas perceberam, então, que o tucano pode ajustar a quantidade de calor perdida para o ambiente por meio dessa estrutura. “Quando o ambiente sofre quedas de temperatura, os vasos sanguíneos presentes no bico se contraem, o que impede a perda de calor”, explica o biólogo Denis Andrade, da Universidade Estadual Paulista, um dos pesquisadores que conduziu o estudo. “Já quando as temperaturas ficam mais altas, esses vasos se dilatam e permitem que o animal se desfaça de parte do calor.”

Veja como imagens feitas por uma câmera especial permitiram que os cientistas descobrissem que o bico do tucano ajuda a controlar a temperatura dessa ave (imagens: Glenn Tattersall)

Quente ou frio?

Quando o tucano voa, a temperatura do bico também muda. Isso porque o organismo da ave produz mais calor, que é eliminado por essa estrutura. Ela fica mais quente, ajudando o bicho a se refrescar. A espécie também usa o bico para perder calor quando vai dormir e, com isso, a temperatura do corpo diminui durante o sono.

Agora, os pesquisadores envolvidos na pesquisa – que inclui ainda Augusto Abe, da Universidade Estadual Paulista, e Glenn Tattersall, da Universidade de Brock, no Canadá – vão investigar se outras espécies de aves também usam o bico para controlar a temperatura do corpo. Viu só como o bico do tucano, além de muito charmoso, ainda tem uma função para lá de interessante?

Matéria publicada em 24.07.2009

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Julia Faria

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat