Jardim secreto

Misturar ciência e arte pode gerar muitas coisas legais. Aqui na CHC Online, você já viu obras de arte nanométricas, pinturas feitas em vidrarias de laboratório… Pois prepare-se, pois a união de criatividade e conhecimento científico vai deixar você mais uma vez de queixo caído.

O engenheiro Wim Noorduin, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, criou esculturas inspiradas em flores sobre placas de vidro e lâminas de metal. Para isso, dissolveu, em um pouco de água, duas substâncias químicas chamadas cloreto de bário e silicato de sódio. Junto com o gás carbônico presente no ar, essa mistura forma cristais possíveis de serem vistos no microscópio.

Foram esses cristais que deram forma às flores. Experimentando aqui e ali, o cientista conseguiu formatos incríveis. Eles lembram rosas, violetas, tulipas… Depois, foi só fotografar e colorir as imagens em computador. O resultado é uma verdadeira beleza microscópica.

As esculturas têm em média 50 micrômetros de altura – para você ter uma ideia, um micrômetro é a milionésima parte de um metro, então uma escultura de 50 micrômetros mede 0,05 milímetro. Dê uma olhada nas imagens e me diga se elas não ficaram demais!

[jj-ngg-jquery-slider gallery=”36″ html_id=”about-slider” width=”600″ height=”450″
center=”1″ effect=”fade” pausetime=”7000″ order=”sortorder” animspeed=”400″]

Matéria publicada em 26.07.2013

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Camille-Dornelles

Quando criança, gostava de fazer experimentos dentro de casa e explorar o mundo. Hoje, na CHC, me sinto brincando de cientista e trabalhando como jornalista ao mesmo tempo.

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat