Gigante azul gelado

A imagem da esquerda mostra Urano e seus anéis. À direita, detalhes dos anéis. Crédito: Erick Karkoschka (Univ. do Arizona) e NASA (esquerda); NASA (direita).

Imagine ligar a televisão e ouvir a seguinte notícia: “Previsão de temperatura máxima para hoje: 196 graus negativos”. Isso seria possível se você estivesse acompanhando notícias sobre um enorme planeta gelado que fica bem longe da Terra: Urano!

Urano é o sétimo planeta do Sistema Solar e está a cerca de 3 bilhões de quilômetros do Sol. O diâmetro do gigante gelado é quatro vezes maior que o da Terra, e sua massa é quinze vezes maior que a do nosso planeta. Urano leva 84 anos terrestres ‐ mais de 30 mil dias! ‐ para dar uma volta em torno do Sol. Ele foi o primeiro planeta do Sistema Solar a ser descoberto por meio de um telescópio. Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno, como são visíveis a olho nu, foram identificados sem o auxílio desse aparelho.

Como Saturno, Urano também tem anéis. No total, são dez, formados por partículas de poeira e encontradas em torno do planeta. Como essa poeira foi parar lá? Os astrônomos acreditam que essas partículas são restos de um satélite que se aproximou tanto de Urano que se rompeu. Os restos desse satélite começaram, então, a girar em volta do planeta.

Mas por que os anéis de Saturno são muito mais famosos do que os de Urano? “Os anéis de Saturno são bem maiores, então, refletem maior quantidade de luz do Sol e são muito mais visíveis”, explica a astrônoma Daniela Lazzaro, do Observatório Nacional. “Já os anéis de Urano são muito estreitos e só são vistos com instrumentos especiais”, completa.

Urano e alguns de seus satélites naturais (foto: European Southern Observatory).

Além dos anéis, Urano possui dezenas de satélites naturais girando ao seu redor, muito mais do que a Terra, que conta apenas com um: a Lua. Entre os 27 satélites de Urano já identificados, os maiores são Titânia e Oberon, com 1.600 quilômetros de diâmetro.

Urano se diferencia dos outros planetas do Sistema Solar por ter o eixo de rotação muito inclinado. O gigante azul está bem “tombado”, tem inclinação de 83 graus. Na prática, isso gera estações do ano (primavera, verão, outono, inverno) muito longas. Em Urano, cada parte do planeta é iluminada por 21 anos, então, cada estação dura 21 anos!

Quer saber porque Urano é azul? Por causa do gás metano, presente em sua atmosfera! O metano absorve toda a luz vinda do Sol e reflete a azul! “Na verdade”, conta Lazzaro, “todos os planetas e satélites do Sistema Solar são escuros ‐ nós só podemos vê-los porque eles refletem a luz do Sol”.

E aí, gostou de saber mais sobre esse planeta gigante e gelado? Então, pesquise sobre outros planetas do Sistema solar, há coisas incríveis para você descobrir!

Matéria publicada em 02.02.2005

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

Eliana-Pegorim

CONTEÚDO RELACIONADO

Um mergulho com os peixes

Acompanhe o final da aventura de Rex, Diná e Zíper e suas descobertas no fundo do mar.

Rex, Diná e Zíper em…

Um lanchinho para os peixes. É correto alimentar esses animais na natureza?

Open chat